Traficante teria se submetido à cirurgia plástica

Publicado: 3 de setembro de 2009 em investigação, polícia civil, segurança pública, Tráfico de drogas, Uncategorized, Zona Oeste do Rio
Tags:, , ,

abadia plasticas

Recorrer a cirurgiões para mudar a fisionomia com o intuito de escapar da cadeia não é exclusividade de traficantes internacionais. Um dos criminosos mais procurados do Rio e fundador da facção Terceiro Comando Puro (TCP), Nei da Conceição Cruz, o Facão, 37 anos, teria se submetido a uma cirurgia plástica para não ser reconhecido pela Polícia.
A informação foi dada pela matuta Patrícia Fernandes Pereira Campos de Oliveira, a Morena do Pó ou Pati, 42, presa por agentes da Coordenadoria de Informação e Inteligência Policiais (Cinpol), no último dia 12 de agosto. Considerada a maior fornecedora de armas e drogas do TCP, ela seria amiga pessoal do bandido e de seu comparsa, Márcio José Sabino Pereira, o Matemático, 34.

“Ela nos disse: com essa foto dele nas mãos, ninguém o prende. Ele fez plástica e está muito diferente”, revelou um dos policiais que participou da ocorrência.

Nei da Conceição Cruz, o Facão, 37 anos

Nei da Conceição Cruz, o Facão, 37 anos

Foragido da Justiça desde abril – quando conquistou o benefício de cumprir a pena em regime semi-aberto para trabalhar e não retornou à cadeia – Facão é apontado como responsável pela guerra que deixou mais de dez mortos, em dois meses, no Complexo da Maré, em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio. Líder do tráfico nas favelas do Timbau e Baixa do Sapateiro, ele estaria tentando reassumir as bocas-de-fumo da Favela Vila dos Pinheiros, que estava sob controle de traficantes da facção rival Amigos dos Amigos (ADA). Para a ação, Facão conta com apoio de Matemático, líder das favelas da Zona Oeste pertencentes ao TCP e também foragido da Justiça há pouco mais de um mês, além de auxílio de criminosos que controlam a venda de drogas no Morro do Dendê, na Ilha do Governador – considerado um dos principais redutos da facção criada por Facão, em 2002.

Nei da Conceição Cruz, o Facão, 37 anos

Nei da Conceição Cruz, o Facão, 37 anos

O traficante saiu do Instituto Penal Cândido Mendes, no Centro do Rio, com a promessa de que trabalharia como auxiliar administrativo na ADG Comércio de Metais e Ferragens, localizada no Timbau – onde o tráfico de drogas é controlado por ele. Preso em 2003, Facão tem 14 anotações criminais e quatro condenações que, somadas, chegam a 14 anos e oito meses de prisão. Desde maio, dezenas de pessoas – entre traficantes das duas facções, moradores e policiais militares – já morreram na disputa, que fez com que a Polícia passasse a caçá-lo ainda mais.

Nei da Conceição Cruz, o Facão, 37 anos

Nei da Conceição Cruz, o Facão, 37 anos

Antes de Facão, outros criminosos já recorreram a mesas de cirurgias. Entre eles, o traficante colombiano Juan Carlos Ramirez Abadia, o Chupeta, 46, que teria feito pelo menos quatro operações, em clínicas nos Estados Unidos e também em São Paulo. Preso em agosto de 2007, ele era um dos traficantes mais procurados do mundo, de acordo com o DEA (Drug Enforcement Administration, a agência antidrogas norte-americana), e chegou a acumular US$ 1,8 bilhão em dez anos – período em que teria enviado mil toneladas de cocaína para os Estados Unidos e cometido 15 homicídios no território americano e pelo menos 300 na Colômbia.

O traficante Juan Carlos Ramirez Abadia, o Chupeta, 46 anos, teria feito pelo menos quatro operações, em clínicas de cirurgia plástica nos Estados Unidos e também em São Paulo

O traficante Juan Carlos Ramirez Abadia, o Chupeta, 46 anos, teria feito pelo menos quatro operações, em clínicas de cirurgia plástica nos Estados Unidos e também em São Paulo

Pela captura do colombiano, os EUA ofereciam US$ 5 milhões – valor abaixo somente da recompensa oferecida pelo terrorista Osama Bin Laden. Um dia antes da prisão, ele e a mulher estiveram em uma clínica de cirurgia plástica localizada na Rua Bento de Andrade, no Itaim Bibi, na Zona Sul de São Paulo. O traficante – que estava há dois anos no Brasil – se escondia há oito meses naquela cidade, após morar no Rio Grande do Sul e em Curitiba. O colombiano fez plásticas para afinar o nariz, criar uma cova no queixo e deixar o rosto quadrado com implante de silicone.

Juan Carlos Ramirez-Abadia, o Chupeta, 46 anos

Juan Carlos Ramirez-Abadia, o Chupeta, 46 anos

Quatro anos antes, outro criminoso mudou de rosto para tentar enganar a Polícia. O traficante Luciano Geraldo Daniel, 35, acusado de mandar 1 tonelada de cocaína para a Espanha todos os meses, fez plástica nos olhos, nas orelhas e no nariz. Apontado pela Polícia Federal como um dos maiores fornecedores de cocaína do País, ele também tingiu os cabelos de loiro e emagreceu. Acabou preso, em julho de 2006, na Operação Ícaro, realizada pela PF em São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

Robson André da Silva, o Robinho Pinga

Robson André da Silva, o Robinho Pinga

No Rio de Janeiro, outros três traficantes também já teriam se submetido à faca: Robson André da Silva, o Robinho Pinga – da mesma facção que Facão; Paulo César Silva dos Santos, o Linho – da ADA; e Antônio José de Souza Ferreira, o Tota, do Comando Vermelho (CV). De acordo com a Polícia, este último chegou a fazer operação para reduzir o tamanho do estômago.

Antônio José de Souza Ferreira, o Tota

Antônio José de Souza Ferreira, o Tota

Mas procurar cirurgiões plásticos não é atitude nova: em julho de 1969, o guerrilheiro Carlos Lamarca, já procurado pelos militares, submeteu-se a uma cirurgia em uma casa em Santa Teresa, no Rio. Reduziu o nariz, aumentou o queixo, tirou sulcos da testa. O cirurgião, Afrânio Azevedo, não sabia quem era o paciente. Procurado pelo médico Almir Dutton Ferreira, militante de esquerda, sabia apenas que era alguém da VPR, a Vanguarda Popular Revolucionária. O paciente alegou que era cabeleireiro e internou-se com o nome de Paulo César de Castro. Na época, Afrânio foi processado pela Justiça Militar.

____________________________________________________

Quer concorrer a ingressos para o filme “High School Band” ?


bandslam-cartaz

Saiba Mais Aqui: Brindes e Promoções para os Leitores

About these ads
comentários
  1. [...] a uma cirurgia plástica para não ser reconhecido pela Polícia. … fique por dentro clique aqui. Fonte: [...]

  2. pedro rigoberto disse:

    na verdade esses carras de pau teria que ser levado ao fuzilamento ja que os mesmos estava escoltados por homens fortemente armandos

  3. [...] Traficante teria se submetido à cirurgia plástica [...]

  4. JOAO disse:

    ELES SAO TUDO VIADO MESMO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s