Dever do Estado; Direito e Responsabilidade de Todos

Publicado: 9 de outubro de 2007 em Uncategorized

foto-01.jpg

Que os assaltos a ônibus têm sido freqüentes todos sabem. Que as maiores vítimas têm sido os passageiros de microônibus – principalmente os que costumam usar algumas linhas específicas das viações Araçatuba, Ingá e Fortaleza – também não é nenhuma novidade.

Mas por que não adianta a Polícia Militar prender? Porque a maioria das vítimas não comparece à delegacia. Nem para registrar o roubo. Nem para reconhecer ou identificar os criminosos.

Como diz nossa Constituição… A Segurança Pública é dever do Estado – mas direito e responsabilidade de todos.

É preciso que cada um faça a sua parte…

Aqui estão as fotos de alguns assaltantes presos após roubar passageiros de ônibus. A maioria está atrás das grades. Mas alguns foram postos em liberdade – por falta de testemunhas. (Estes da foto acima são Rafael Paulino Pinto, André de Oliveira de Lima e Leonardo Maceno Barbosa)

Quem os reconhecer, procure a delegacia. Não é preciso ficar cara a cara com o marginal. Somente desta forma será possível mantê-los o maior tempo possível longe das ruas.

Relembrando a prisão anterior AQUI

As fotos mais recentes de assaltantes AQUI

Anúncios
comentários
  1. Roberto disse:

    Aproveitando a deixa dos roubos em coletivo, queria só deixar aqui registrado o meu inteiro descontentamento com a idéia quixotesca, descabida e até maquiavélica do Excelentíssimo Sr. Governador do nosso querido Rio de Janeiro em dar RioCard aos Policiais Militares. Estatisticamente o lugar onde morre mais policiais é no interior dos ônibus urbanos, onde os mesmos são presas fáceis, por encontrarem-se num lugar confinado e onde é difícil reagir, pois a reação quase sempre causa danos a terceiros, daí ser uma idéia quixotesca e descabida; maquiavélica porque vejo nessa idéia o absurdo de se utilizar os Policiais Militares, mesmo de folga, em seus trajetos até o trabalho, em um pseudo policiamento no interior dos ônibus. Já fizeram isso com os conjuntos habitacionais da PM: já notou que estes sempre estão dispostos de maneira que se coloquem entre as favelas e o asfalto? Nossos policiais tem que ter salário digno para que possam morar num lugar seguro, ter seu próprio veículo e não ter esse tipo de esmola, que ao final acaba sendo mais um fardo para carregarem.

  2. BARBONOS disse:

    Lamentavelmene postamos, ao menos, duas vezes em seu blog.
    Atualmente, nos perguntamos: Será que aquele “blogzinho” tem mais de cinco leitores?
    Já está na hora de “pedir as contas” e encerrar este ridículo veículo.

  3. Na Bahia é de se ressaltar a atuação da OPRRC, que foi criada justamente no intuito de coibir os assaltos a coletivos que chegaram já ao alarmante índice de 11 num final de semana na Região Metropolitana de Salvador.

  4. Anônimo disse:

    Promessas de campanha do Sérgio Cabral não estão sendo cumpridas (mais de um ano de desgoverno)

    “POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA SÓ É FEITA COM POLICIAIS BEM PAGOS” foi o que disse o então candidato ao Governo do Rio, Sérgio Cabral, antes de um concurso para Inspetores da Polícia Civil. O encontro aconteceu em Julho de 2006.

    O POLÍTICO TEM QUE TER COMPROMISSO COM AS COISAS QUE FALA EM CAMPANHA!

    PISO REGIONAL – LEI Nº 5.168, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2007 – Uma proposta alternativa

    Se aplicado o piso salarial previsto em lei para os trabalhadores do RJ que não o tenham definido em lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho como base para o soldo do Soldado PM/BM classe C (nível 1 – R$447,25 – devido aos trabalhadores agropecuários e florestais, teríamos na PMERJ e no CBMERJ salários bem melhores.

    Por exemplo, com relação à carreira de praça: um Soldado aluno (“recruta”) ganharia R$ 1.213,20; um Soldado (formado) sem triênio ganharia R$ 1.516,51; o Soldado com 1 triênio ganharia R$ 1.668,16 e com 2 triênios R$ 1.751,56; o Cabo ganharia R$ 2.208,96, o 3º Sargento R$ 3.235,93, o 2º Sargento R$ 3.744,19 e o 1º Sargento R$ 4.663,60; um Subtenente ganharia R$ 5.078,89, um 2º Tenente QOA ganharia R$ 5.845,35 e um 1º Tenente QOA R$ 6.758,13. O Capitão QOA ganharia R$ 8.113,05 e o Major QOA R$ 9.572,66.

    Os Militares Estaduais precisam cobrar as promessas do Sérgio Cabral, pois ele usou a Segurança Pública para se eleger.

    MILITAR NÃO É PALHAÇO!

    O Tenente Melquisedec está cobrando uma coisa que todo mundo deveria cobrar, inclusive quem não é militar, pois todos os cidadãos fluminenses são clientes da PMERJ e do CBMERJ!

    É preciso convocar o cidadão fluminense, destinatário final dos serviços prestados pelas corporações militares, para se engajar na luta pelo resgate da cidadania dos militares estaduais.

    Piso Salarial Necessário para Policiais Militares e Bombeiros Militares do Rio de Janeiro terem o mínimo de DIGNIDADE: R$ 2.000,00.

    É preciso investir no salário do Militar Estadual. Menos de “dois mil reais” será insuficiente e continuará indigno!

    Salário Mínimo “Líquido” Necessário (Janeiro de 2008): R$ 1.924,59.

    Fonte de pesquisa: http://www.dieese.org.br/rel/rac/salminfev08.xml

    DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos

  5. ronaldo martins disse:

    o problema todo, não é bem a questão de segurança pública, mas, a falta de politicas públicas, voltada aos cidadãos. O Brasil enfrenta a falta de desemprego, a falta de universidades, o ensino médio e fuindamental franquíssimo, o salário mínimo que não atende as ncessidades familiares, a taxação de impostos mais alta do mundo, o que estamos enfrentando, é uma má distribuição de renda, ricos mais ricos e pobres mais pobres, desemprego em alta, isto leva a uma destruturação familiar, o jovem sem peresctivas de emprego o mercado de trabalho cada vez mai exigente, levando a sociedade ao desespero, resultado de tudo isso, são jovens levados ao submundo das drogas, ao tráfico, aos roubos e furtos, ai estão as penitenciárias cheias, as delegacias, os centros sócios educativos, os manicínios, gerando violências e mais violências, frutos de vistas grossas de nossas autoridades políticas. Mas quando chega a épocas de eleições, aparecem os salvadores da pátrias com discursos já conhecidos, com fórmulas mágicas de soluções. São os mesmos que aparecem todos os dias na midia. Veja e vote com o crivo do voto em suas mãos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s