Paulistas são presos tentando clonar cartões em Ipanema

Publicado: 30 de novembro de 2008 em Uncategorized

Fotos: Rodrigo Lopes

chupa-cabras-rodrigo-lopes1

Policiais militares lotados no 23º BPM (Leblon) prenderam os paulistas Leandro Gomes de Araújo e Renato Gonçalves dos Santos, ambos de 29 anos, no interior de uma agência bancária localizada na Rua Visconde de Pirajá, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, no início da tarde de ontem. A dupla, que já possui passagens em delegacias de São Paulo e do Rio Grande do Sul por furto, estelionato e porte ilegal de arma, tinha acabado de instalar em um dos caixas eletrônicos do banco um equipamento específico para clonar cartões e senhas – conhecido popularmente como “chupa cabra” e avaliado em cerca de R$ 15 mil.

Um dos componentes do equipamento era uma barra de plástico similar à peça do caixa eletrônico, na cor cinza, e que escondia uma microcâmera que filmava e gravava o momento em que os clientes digitavam suas senhas. A outra parte substituía o local onde o cartão é inserido e tinha um chip que armazenava as informações.

“Geralmente eles instalam o equipamento e saem para fazer hora. Trinta minutos costumam ser suficientes. Eles voltam e recolhem tudo”, explicou um dos PMs que participou da ocorrência.
Os presos foram levados para a 14ª DP (Leblon), onde o delegado Mário Andrade, que estava de plantão na unidade, os autuou por tentativa de estelionato. A pena chega a 3 anos de prisão.

“A orientação que damos é de que as pessoas tentem puxar o dispositivo que aciona o cartão. Se estiver frouxo ou solto, não se deve inserir o cartão nele e o melhor a fazer é procurar outro caixa. Também é importante observar se há algum furo em local estratégico, onde a filmagem e gravação do momento de digitação da senha se tornassem possíveis”, ressaltou.

Com a dupla, os PMs apreenderam cinco chips da operadora Claro, dois telefones celulares da marca LG e dez cartões de saque dos bancos Itaú, Unibanco e HSBC. Estes serão encaminhados para o Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE).

“Todos estão nos nomes deles. Vamos encaminhar para a perícia para verificar a autenticidade”, revelou o delegado. “Eles disseram que chegaram de São Paulo nesta manhã, mas sabemos que já estavam aqui na semana passada. Vamos investigar a atuação deles em outras agências”, disse.

chupa-cabras-rodrigo-lopes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s