Cearenses são presos tentando clonar cartões no Centro do Rio

Publicado: 3 de dezembro de 2008 em Uncategorized

Foto: Bruno Gonzalez

Policia

Policiais da 38ª DP (Brás de Pina) prenderam os cearenses Evanildo Brás de Souza, 22 anos, Sebastião Lopes Ramos, 28, e Francisco das Chagas Barreto, 47, acusados de instalar equipamento específico para clonar cartões e copiar senhas bancárias – conhecido popularmente como “chupa-cabra” – em diversos bancos no Rio de Janeiro. O trio foi surpreendido logo depois de sair de uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF), na Avenida Rio Branco, no Centro do Rio, na noite de segunda-feira, dia 1º de dezembro.

Todos são moradores do Parque União, no Complexo da Maré, em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio. O mais velho deles já foi preso três vezes, no Rio, em São Paulo e na Bahia. Em todas as vezes, respondeu pelo crime de estelionato.

Com eles, os policiais apreenderam R$ 81 em espécie, 10 cartões da CEF e um do Itaú e três aparelhos de telefone celular, além do maquinário – que, segundo as investigações, é comprado por R$ 7 mil e enviado por Sedex de São Paulo e Brasília para o Rio. Diferentemente do antigo chupa-cabra, que apenas tirava as informações do cartão, este vem com uma microcâmera instalada, que filma e grava o momento em que o cliente digita a sua senha.

“Eles costumam fazer a instalação após o expediente bancário. Chegam à agência por volta das 17 horas, substituem a frente do caixa eletrônico e, depois de duas horas, que é o tempo de armazenamento de dados da câmera, retornam para buscar”, explicou o inspetor Carlos Augusto Ferreira, chefe do Setor de Investigações da 38ª DP. “Recebemos uma denúncia que informava o horário em que eles retornariam ao banco para retirar o chupa-cabra e o surpreendemos no momento em que eles entravam em um restaurante ao lado da agência”, revelou.

Com os dados dos clientes e suas senhas, o trio produzia cartões e fazia transferências bancárias e saques. A Polícia agora investiga há quanto tempo a quadrilha atuava e quanto já teria lucrado com o golpe. Ao apreender o chupa-cabra, os policiais descobriram que estavam gravadas as imagens dos clientes digitando senhas e dos momentos em que os criminosos instalam o equipamento e retornam para retirá-lo.

“Vamos solicitar ao banco as imagens do circuito interno do estabelecimento e queremos saber se havia vigilante de serviço naquele momento. Também vamos levantar as contas bancárias dos três presos”, afirmou Ferreira.

Anúncios
comentários
  1. Leticia disse:

    de qual cidade do ceara eles sao ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s