Turistas assaltados em albergue: "It's Rio"

Publicado: 19 de fevereiro de 2009 em Uncategorized

Fotos: Vitor Silva

Policia

“Achava que poderia ser assaltado na praia ou na rua, mas nunca na cama”.

Esta frase foi dita pelo alemão Dani Bode, 28 anos, ao comentar o assalto sofrido no interior do albergue Hostel King George, que fica em Copacabana, na Zona Sul do Rio. O crime ocorreu por volta das 3h desta quarta-feira, dia 18.

“Alguém tentava me acordar e eu me preparava para reclamar quando abri os olhos e vi um homem apontando uma pistola para o meu rosto. Neste momento percebi que algo não estava bem”, relembrou o alemão, que é motorista de caminhão e está visitando o Rio pela primeira vez.

Ao ser perguntando sobre a impressão que tinha ficado após o assalto, o motorista alemão finalizou: “Esse é o Rio. Agora, vou à praia”.

Policia

Ele e outros 12 turistas foram surpreendidos por quatro assaltantes, que portavam uma pistola e duas granadas, no momento em que dormiam. Todos foram trancados em um dos quartos do estabelecimento, juntamente com o recepcionista do albergue, e mantidos sob supervisão de um dos criminosos, que os obrigava a olhar para o chão. Enquanto isso, os outros três bandidos reviraram as mochilas dos hóspedes. O bando fugiu levando dinheiro e aparelhos eletrônicos.

“Tenho este albergue há quatro anos e isso nunca aconteceu. Meu funcionário abriu a porta porque achou que fossem pessoas querendo se hospedar. No entanto, este não é o procedimento correto. Não tenho confiança em brasileiros e é preciso fazer reserva com antecedência. Atualmente tenho 22 hóspedes e apenas dois são brasileiros”, declarou George Schtinberg, 49, proprietário do local.

Com capacidade para 46 hóspedes e seis quartos, o albergue possui uma câmera que monitora quem entra e sai do imóvel, mas não grava imagens. Após o assalto, dois turistas foram embora antes do previsto e outros sete telefonaram cancelando suas reservas.

“Ficamos em uma rua fechada. Há cancela, vigias, e viaturas passam por aqui a todo momento. Sempre tivemos sensação de segurança. Não tenho sistema de segurança eletrônico porque não acredito na eficácia disso. Bancos têm câmeras e são assaltados. Se a pessoa quer assaltar, ela assalta. Estou com muito menos hóspedes esse ano em relação ao mesmo período do ano passado. A maioria dos turistas está preferindo ir para Ouro Preto ou Salvador. Eles me disseram que tinham medo da rua e agora foram surpreendidos aqui dentro”, lamentou George.

O delegado Fernando Veloso, titular da Delegacia Especial de Apoio ao Turista (Deat), instaurou inquérito para apurar o crime e investiga a possibilidade dos assaltantes estarem escondidos em uma das favelas da região.

“As pessoas que fizeram isso não vão manchar a imagem do turismo no Rio de Janeiro e caso eles estejam abrigados em alguma comunidade, eu aproveito para mandar um recado: estejam certos de que esses locais estarão recebendo nossa visita, ressaltou Fernando, que enviou equipes da especializada para a Travessa Guimarães Natal, onde está localizado o albergue, para tentar encontrar imóveis próximos que tenham câmeras de segurança.

Um dos assaltantes foi identificado pela Polícia como sendo Rodrigo Mota Coutinho, o Pelico do Leme, 26, que é de Niterói e já tem passagem por porte ilegal de arma. O delegado Fernando Veloso solicitou à Justiça mandado de prisão contra ele, que foi reconhecido através de fotografia pelas vítimas.

Rodrigo Mota Coutinho, o Pelico do Leme, 26 anos

Rodrigo Mota Coutinho, o Pelico do Leme, 26 anos

Os outros comparsas de Pelico do Leme devem ser identificados em breve, através das impressões digitais recolhidas por peritos do Instituto Félix Pacheco (IFP) no albergue assaltado e das imagens gravadas pela câmera de segurança de uma residência existente próxima ao local.

Anúncios
comentários
  1. mauricio demetrio disse:

    onde estava a patética e corrupta pmerda carioca?
    até qdo ficaremos a merce deste gangue fardada ?
    pelo fim da pmerda já!

  2. Jorjão disse:

    pcaca(policia civil) tá mandando recadinho pra vagabundo…

  3. mauricio demetrio disse:

    E O “MERDALHUDO” DO “MAJOR” (?????)BUNDERBY;
    FOI REPROVADO NA PROVA DE DELEGADO……
    QUE MERDA HEIM?
    HHHAHAHAA
    “SE POLÍCIA TIVER QUE SER “MILITAR”, NÃO EXISTIRIA MARGINAL E SIM INIMIGO”
    PELO FIM DA PMERDA JÁ!

  4. FRANCISCO COUTO disse:

    VIRAM AS DECLARAÇÕES DOS TURISTAS?
    “TEM MEDO DE ANDAR NAS RUAS”;
    ARTIGO 144 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL:”COMPETE A PULISSA “MILITAR”(MILITAR PARA QUE?)O POLICIAMENTO OSTENSIVO”…….
    A PMERDA NÃO TRABALHA, O “MAJOR” (??????)BUNDERBY, ENQUANTO ISTO ESTA TRABALHANDO PARA AS EMPRESAS DE ÔNIBUS E APREENDENDO VAN´S……
    VOCÊS SABIAM QUE O “MAJOR” NUNCA, EU DIGO, NUNCA PRENDEU NINGUÉM EM 20 ANOS DE PULISSA MILITAR????
    COMO É QUE PODE??????????
    O NOME DELE NUNCA APARECEU NOS REGISTRO DA POLÍCIA CIVIL COMO COMUNICANTE OU APRESENTANTE DE UMA OCORRÊNCIA, NEM MUITO MENOS, É CLARO, DE UMA PRISÃO…
    NÃO É INCRÍVEL?????!!!!!!!!
    PELO FIM DA PMERDA JÁ!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s