Três mortos e muita droga apreendida na Rocinha

Publicado: 26 de março de 2009 em Uncategorized

Fotos: Vitor Silva

Polícia

Apreensão de uma tonelada de maconha, cerca de um quilo de cocaína e de 12 armas – sendo dois fuzis, uma escopeta, três carabinas, quatro pistolas e dois revólveres – além da prisão de oito suspeitos e da morte em confronto de três acusados de pertencerem à facção criminosa Amigos dos Amigos (ADA) e de terem envolvimento com o tráfico de drogas. Este foi o saldo de uma operação da Polícia Civil na Favela da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, ao longo da manhã e tarde de ontem. A ação envolveu 250 homens das delegacias especializadas e também das distritais e contou com apoio de dois helicópteros.

Polícia

“O combate não acaba hoje. Tínhamos uma operação planejada para ser realizada na Rocinha, mas não seria agora. Antecipamos a ação devido à tentativa de invasão ocorrida nos Tabajaras. A intenção é identificar e responsabilizar os marginais que estão tirando a tranqüilidade não somente dos moradores daqui, mas também dos de Copacabana”, enfatizou o delegado Ronaldo Oliveira, titular do Departamento de Polícia da Capital (DPC).

Polícia

No final da Rua Dois, policiais civis da 15ª DP (Gávea) descobriram laboratórios de refino de cocaína improvisados em dois imóveis. Havia dois cômodos: um para mistura e outro para secagem da cocaína, além de um terraço de onde os criminosos tinham visão privilegiada dos principais acessos à favela. Além de pequena quantidade da droga, os policiais encontraram éter, carbonato de cálcio e bicarbonato de sódio. Eles também apreenderam balança, bacias e peneiras.

“Os traficantes pegam a pasta base, colocam na bacia, fazem a mistura e jogam no liquidificador. Depois, jogam no cômodo com lâmpadas, onde é feita a secagem. Todo o procedimento de preparo dessa droga possui etapas e tempo de espera. Os viciados que freqüentam a Rocinha estão cheirando uma cocaína misturada com várias substâncias. Com uma pasta de um quilo, eles fazem cinco”, ressaltou Ronaldo.

Polícia

A poucos metros do local, uma equipe da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) apreendeu uma tonelada de maconha prensada. Os tabletes estavam em uma casa no alto do morro e foi necessário ajuda de um helicóptero para fazer o transporte do entorpecente. Em três viagens, a aeronave levou a droga para a sede da Coordenadoria Adjunta de Operações Aéreas (CAOA) – antiga Coordenadoria Geral de Operações Aéreas (CGOA), na Lagoa.

Polícia

Em uma localidade conhecida como Valão, agentes da mesma especializada estouraram uma oficina para conserto e manutenção de armas. Havia centenas de peças de pistolas, espingardas, revólveres, fuzis e escopetas, além de três granadas, coturnos, calças camufladas, coletes e placas à prova de balas. Algumas das peças tinham a cor dourada, uma característica do antigo líder do tráfico na Rocinha, o criminoso Erismar Rodrigues Moreira, o Bem-Te-Vi, que morreu em 2005 durante confronto com a Polícia Civil.

Também na mesma região, agentes da Delegacia de Repressão às Armas e Explosivos (DRAE) descobriram um paiol onde havia cerca de 100 quilos de pólvora. Quando se preparavam para descer a favela, os policiais se depararam com um bonde que, ignorando a presença policial e a operação que era realizada desde o início da manhã, continuava trabalhando na boca-de-fumo da localidade conhecida como Lajão.

Polícia

“Eles estavam vendendo drogas quando deram de cara com os policiais. Houve confronto e alguns conseguiram fugir. Dois deles foram baleados”, revelou Ronaldo Oliveira.

Polícia

Os dois foram socorridos e levados para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, para onde também foi levado um terceiro criminoso, atingido em troca de tiros com agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) na mata. Os três não resistiram aos ferimentos e morreram ao dar entrada na unidade.

Polícia

PM apreende drogas e munições no Tabajaras
Enquanto a Polícia Civil realizava a operação na Rocinha, a Polícia Militar continuava a ocupação no Morro dos Tabajaras, que possui acessos pelos bairros Copacabana, Botafogo, Humaitá e Lagoa, na Zona Sul do Rio. No início da tarde, policiais militares lotados no Grupamento de Ações Táticas (GAT) do 1º BPM (Estácio) e do 19º BPM (Estácio) apreenderam grande quantidade de drogas e munições na Estrada da Coroa, na localidade conhecida como Vila Rica.

O material estava em uma mochila escondida na mata. Além de 33 munições para pistola calibre 40 e 33 para pistola 45, os PMs apreenderam 48 pedras de haxixe, 6 comprimidos de ecstasy, 97 pedras de crack, 3 comprimidos de LSD, 30 frascos de cheirinho da loló e 122 trouxinhas de maconha. Também foram apreendidos três carregadores de pistola Glock 45 e dois de fuzil 556, além de R$ 10 em espécie e um telefone celular.

tabajara

“Permanecemos com a ocupação e as incursões vão continuar. A PM impôs um grande prejuízo aos criminosos, tanto aos daqui, quanto aos que tentam assumir o local, nos últimos dias e vamos dar continuidade às ações”, ressaltou o tenente-coronel Edson Almeida, comandante do 19º BPM (Copacabana).

Anúncios
comentários
  1. Nathália disse:

    Ki vão todos pro inferno e quando chege lah tenha os operario
    de caldeira pra fazer verver bastante e vooc’s todos queimarem lah
    seu bucha do kraleO jah forão tarde…

  2. Abbout disse:

    O Nepomuceno ta em todas! Ta na Rocinha, ta no sao carlos, mineira, sao joão….. deve ta fazendo lobby para aparecer como bom moço e assim quem sabe ngm o mencionar como miliciano que é.

  3. Zezinho disse:

    q pena esa situacao na rocinha onde eu moro..

  4. thiago disse:

    porra eesses ponpeu mataro meu irmão nessa o perasão viados

  5. dilla disse:

    esse é o fim de todos que entram nesta vida
    espero que um dia essa guerra acabe

  6. josivan castro disse:

    cara tá demais precisamos no informar cada vez mais do que está acontecendo, para ficarmos atentos, e acreditar, pois s vezes ouvimos sempre falar disso, mas não levamos em conta, pensamos que isso está bem longe da gente, quando na verdade está bem perto.

  7. Jorge disse:

    Mais uma ótima atuação da polícia, sob o comando do brilhante delegado Ronaldo Oliveira no combate ao tráfico de drogas

  8. Patrick disse:

    caramba era isso que eu queria saber. os dias que vão acontecer invasao aqui na rocinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s