Polícia identifica assassinos de Renato do Posto

Publicado: 25 de maio de 2009 em Uncategorized

Fotos: Pedro Pantoja

Policia

Mais dois acusados de participação no assassinato do secretário municipal de Planejamento e pai do prefeito de Guapimirim, Renato de Costa Mello, o Renato do Posto, 59 anos, foram presos por equipes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DH-BF), na manhã desta quarta-feira, dia 20.

Policia

Outros seis acusados de envolvimento no crime já estão presos desde o dia 29 de abril. Desta vez, a prisão foi dos homens apontados como mandantes do homicídio. Além do assessor parlamentar Roberto Silva Teixeira, o Beto, 35, o ex-chefe de gabinete da filha da vítima, Frederico Guilherme Schroll Júnior, 32, também foi surpreendido pelos policiais, que cumpriram mandado de prisão temporária expedido pela juíza Myriam Terezinha Rangel Cury, da Vara Única de Guapimirim.

Policia

“A gente não tem dúvidas da participação deles. Conseguimos essa prisão temporária por 30 dias para que possamos finalizar as investigações. Essa prisão é estratégica e há a possibilidade de outros nomes surgirem. Possivelmente a motivação foi política e cada vez mais estamos enveredando para esse lado. A nossa preocupação agora é buscar o porquê”, enfatizou o delegado Márcio Caldas, titular da DH-BF.

Os agentes também cumpriram seis mandados de busca e apreensão. Um deles no Sheraton Rio Hotel e Resort, na Barra da Tijuca, e outros nas casas dos acusados – uma delas no mesmo bairro e outra no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Além de um computador e cinco telefones celulares, os policiais apreenderam o automóvel Chrysler preto placa LTJ 2348.

Policia

O veículo, avaliado em cerca de R$ 150 mil, estava em poder do assessor parlamentar. Funcionário da Câmara de Vereadores de Guapimirim, Betão já tem cinco anotações criminais. Entre elas, por homicídio – na área da 34ª DP (Bangu), em 1992 – e estelionato – na 16ª DP (Barra da Tijuca), em 1995, e na 38ª DP (Brás de Pina), em 2007.

Já Frederico – que é irmão do presidente da Câmara de Vereadores de Guapimirim, Érico Schroll, 30, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) – tem três anotações. Entre elas, por formação de quadrilha e falsificação de documentos, na Delegacia de Repressão às Ações do Crime Organizado e Inquéritos Especiais (Draco-IE), em 2005.

“O fato da Justiça ter concedido a prisão temporária não significa que o Ministério Público vá pronunciar ou que ele vá ser condenado. Meu cliente nega as acusações e me disse que a própria família da vítima não acredita no envolvimento dele”, afirmou o advogado Nélio Andrade, que defende Frederico Schroll, que já foi chefe de gabinete da filha da vítima, Renata Campos de Mello, a Renata do Posto, 29, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Ela foi cassada, em abril do ano passado, acusada de envolvimento em esquema de fraude no auxílio-educação.

“Parece paradoxal um aliado ter arquitetado a execução, mas é isso que agora queremos desvendar: os motivos”, enfatizou o delegado.

Político foi executado em casa
O crime ocorreu por volta das 9 horas do dia 12 de março. Os assassinos esperaram a saída da sobrinha e da cunhada de Renato do Posto para entrar na residência, na Rua das Andorinhas, no bairro Parque das Águas, região nobre de Guapimirim. Dois homens renderam o caseiro Pedro Carlos Pereira da Costa, 32, no momento em que este chegava para trabalhar, e invadiram a casa. O pai do prefeito foi acordado, amarrado a uma cadeira e amordaçado. Para abafar o barulho dos tiros, os criminosos colocaram um travesseiro junto à cabeça da vítima e atiraram duas vezes. Na casa de estilo colonial, havia dez cães de guarda, que estavam presos no canil, e circuito de câmeras.

Policia

“Eles cortaram os fios de um dos aparelhos que gravava as imagens e, quando chegamos na casa, as tomadas de todos os eletroeletrônicos estavam desligadas. Isso demonstra que eles tiveram uma certa cautela, mas também tinham conhecimento de que poderiam estar sendo filmados”, contou Márcio Caldas, no momento da apresentação dos outros seis acusados, no final do mês de abril.

Policia

Entre os presos naquela ocasião, três policiais militares e dois ex-PMs – sendo que dois eram irmãos. Os ex-PMs foram apontados como os dois criminosos que invadiram a casa do político: o ex-sargento Raimundo Alves dos Santos e o ex-cabo Nelmo José dos Santos.

Policia

Irmão de Raimundo, o soldado Rafael Alves dos Santos, lotado no 15º BPM (Duque de Caxias), foi preso juntamente com o soldado Cláudio Roberto Silva de Oliveira, lotado no 34º BPM (Magé), e com o sargento Edmilson Henrique de Souza, lotado no 17º BPM (Ilha do Governador). O sexto preso foi o motorista de transportadora Izael Antônio de Oliveira.

Policia

Vítima tinha um irmão e dois filhos políticos
A vítima era pai do prefeito de Guapimirim, Renato de Costa Mello Júnior, o Júnior do Posto, do Partido Trabalhista Cristão (PTC), e da deputada estadual cassada Renata Campos de Mello, a Renata do Posto, 29 anos, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Irmão do ex-prefeito, Nelson Costa Mello, o Nelson do Posto – que atualmente é Secretário de Governo do município de Guapimirim – Renato do Posto é de uma família que mantém, há quase duas décadas, o controle político do município. Desde que a cidade foi emancipada, em 1990, o grupo ganhou três eleições. Ele foi eleito deputado estadual, em 1994, na esteira do prestígio político do irmão, que lutou pela emancipação de Guapimirim e foi o primeiro prefeito da cidade.

Na campanha de 2008, houve tumulto quando seu filho entrou na disputa eleitoral apenas um dia antes da votação, depois que seu tio teve a candidatura cassada por supostas irregularidades. Os votos de Nelson do Posto foram para Júnior do Posto, que era o candidato a vice-prefeito pelo PTC.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) quis marcar uma nova disputa, justificando que os eleitores não tiveram tempo de saber da mudança. No entanto, Júnior do Posto conseguiu uma liminar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e continuou no cargo.



LEIA MAIS AQUI:
Pauta do Dia no Top Blog!

Anúncios
comentários
  1. doutor disse:

    por que que os bacanas não foram apresentados do jeito que os outros foram?,ali com o logo tipo da pcerj ao fundo,como bandidos de verdade.Resp.:O dinheiro compra tudo,não adinta!!!!!!!

  2. RICARDO disse:

    CADÊ A RECEITA FEDERAL PARA INVESTIGAR OS BENS DESSES LADRÕES SAFADOS, VAGABUNDOS?! NÓS CIDADÃOS HONESTOS ESTAMOS SEMPRE SOB SUSPEITA…

  3. Anabol System disse:

    Beto? 171 da antigas todo mundo sabe! Já foi Juiz Arbitral, é homicida, ladrao, só não perde a pose pq paga muita gente né. Ah, esqueci, tb é miliciano com direito a todo tipo de negócio ilegal, gatonet, cobrança de moradores/comerciantes, gás e etc, enfim, kit completo. Esse tem o tino de ganhar dinheiro as margens da lei.

  4. Alves disse:

    o que estão dizendo?
    De certa forma parece que sim ou não passam de pessoas querendo denigrir a imagem dos outros , para ocultar seus erros.Acredito na inocência de um dos acusados pois até agora parece uma grande armação , pois não
    provaram nada.

  5. xxxx disse:

    TRABALHO JUNTO A FAMILIA DO POSTO E TENHO CERTEZA QUE FOI FREDERICO POIS ELE E A VITIMA ESTAVAM SE DESETEMDEMDO DE UNS DIAS PARA CÁ “FREDERICO SCHROLL E UM CANALHA BANDIDO ASSASINO EXTELIONATARIO TEM QUE APODRECER NA CADEIA

  6. BRASIL disse:

    É O MUNDO É DA MIDIA ….BOM OU RUIM?
    TEMOS INFORMAÇÕES, CLARO Q É BOM!!!
    MAS SÓ SABEMOS SE É VERDADE OU ÃO QUANDO FAZEMOS PARTE!!!
    EU FAÇO PARTE!!!
    E ACREDITO NA VERDADE DA POLICIA CIVIL…
    NAS INVESTIGAÇÕES
    E ACREDITO QUE NÃO VÃO DEIXAR INOCENTES PRESOS..
    ASSIM ESPERO..
    E CREIO EM DEUS POIS CONFIO NELE
    E NÃO EM HOMENS!!!
    QUE PAGUEM QUEM FEZ, COM DEUS E PARA OS FAMILIARES,MAS QUEM NÃO TEM NADA HEVER
    QUE DEIXEM AS FAMILIAS VIVEREM EM PAZ!!!
    AGRADEÇO DESDE AGORA A JUSTIÇA BASILEIRA!!!
    EU ACREDITO NELA SEM CORRUPÇÃO
    AFINAL…
    SE JULGARMOS ISSO
    COMO SERÁ NOSSAS VIDAS?!

  7. BRASIL disse:

    NÃO ACREDITO EM INJUSTIÇA!!!!!
    CREIO EM DEUS E NA JUSTIÇA BRASILEIRA!!!!
    POR FAVOR NÃO !!!!

  8. maicon justo disse:

    o pior anida esta por vir!!!!!!!!!!!! em questão de algumas semanas explodirá na imprensa um grande escandalo ,mais um grande escandalo, saibam a quantos virem que este sujeito “””vulgo betão”” é um dos mais sujos e covardes assassinos do rio de janeiro articuladissimo com delegados e autoridades de igual teor, saiba vçs que a delegada “””marcia julião”””” hoje na 34 dp bangu desfilava entre 2006 até pouquissmo tempo antes da prisão de betão com o mesmo por toda a zona oeste articulando sua falida campanha para deputada estadual em 2006 cujo o lema era a guerreira da paz!!! pasmem!!! nesta ocasião um terrivel assassinato ocorreu, o assasinato do radialista Ricardo ramos de marins, com 25 tiros na cabeça!! fato este nunca investigado pela delegada e apagado dos meios de comunicação por seus interesses. neste fato já se tornava estranha a presença de be´~ao, fernando coutinho do afroragae na sala de marcia. ricardo ramosrealizava grandes eventos na zona oeste e apoiava a candidata marcia na ocasião e alcançou uma enarme admiração da mesma o que segundo fontes de investigação sigilosa machucou os interesses de grupos proximos a marcia que não levou a investigação a frente e blindou informações preciosas emfim prevaricou!!! seu fiel amigo bandido está envolvido até o talo!!!!!!!!!!!! eu volto a informar!!!!

  9. marcela disse:

    acredito que foi o Fred, sem dúvidas, por motivo próprio, ele queria o impossivel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s