Fotos: Pedro Pantoja

drf (1)

Aliciar vigilantes de banco para facilitar assaltos. Essa é a nova tática de criminosos ligados à facção Comando Vermelho (CV) que controlam a venda de drogas na Favela do Jacarezinho, no bairro Jacaré, na Zona Norte do Rio. O crime está sendo investigado por agentes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) que prenderam, na última sexta-feira, dois homens que trabalhavam em uma agência assaltada. No dia seguinte, os policiais prenderam outro vigilante, apontado como sendo o principal aliciador da quadrilha.

Os três são acusados de envolvimento no assalto à agência do Banco do Brasil localizada na Rua Doutor Nilo Peçanha, no Centro de São Gonçalo, no último dia 17. As nove câmeras do circuito de segurança existente no estabelecimento bancário gravaram as imagens da ação em que foram roubados R$ 334 mil. Os vigilantes Evandro Corrêa das Chagas, 25 anos, e Douglas Costa, 23, eram funcionários e foram autuados em flagrante.

drf (5)

De acordo com os policiais, o primeiro facilitou a entrada dos assaltantes, destravando a porta giratória, enquanto o segundo – que trabalhava na área dos caixas eletrônicos – se omitiu, fingindo que não percebia o assalto. Durante cerca de três minutos, quatro homens armados com pistolas levaram pânico a funcionários e clientes que estavam no interior da agência, por volta das 17h12. Eles obrigaram as vítimas a deitar com os rostos encostados no chão e levaram as armas de três vigilantes. Os revólveres calibre 38, assim como o dinheiro, não foram encontrados.

drf (3)

“A quadrilha é especializada em aliciar vigilantes e o artifício que usam para tentar encobrir isso é um falso controle. Os bandidos apontam um controle para a porta, deixando que a câmera filme isso, para fingir que eles são os responsáveis pela abertura. No entanto, pode-se perceber que é o vigilante que destrava a porta, fazendo um movimento discreto. Ouvimos um técnico e ele explicou que é preciso codificar e fazer um teste na própria porta para auferir o controle. Essa manobra dura de 40 minutos a uma hora e descarta qualquer possibilidade de clonagem desses controles”, explicou o delegado Marcelo Martins, adjunto da DRF.

A participação dos vigilantes no assalto foi descoberta horas após o crime, durante os depoimentos. Morador do Barreto, na Zona Norte de Niterói, Evandro procurou Douglas, que morava no Rocha, em São Gonçalo, um mês antes do assalto e três meses após ter sido aliciado pelo vigilante André Lisboa Quaresma, 38. Em abril, André, que trabalhava na estação do metrô do Catete, na Zona Sul do Rio, havia feito a proposta a Evandro, garantindo que já havia participado de outros assaltos no mesmo estilo e nunca havia dado errado. Segundo a Polícia, era ele o contato dos traficantes do Jacarezinho – que arrendaram, há cerca de sete anos, as bocas-de-fumo do Jardim Catarina, em São Gonçalo, onde André residia.

drf

“Ele era o responsável por aliciar os colegas de profissão, convencendo-os a participar do esquema em troca de parte do dinheiro roubado nas ações. O que nos chamou a atenção foi o fato dos bandidos terem conseguido entrar no banco após o horário de encerramento do expediente bancário. Havia quatro vigilantes no banco. Durante os depoimentos, dois deles entraram em contradição. Solicitamos as fitas do circuito interno e quando viram as imagens, os dois resolveram confessar”, revelou Marcelo, que os autuou por participação em roubo duplamente qualificado.

Logo depois, o delegado solicitou ao Plantão Judiciário um mandado de prisão temporária em desfavor do terceiro acusado, que foi preso no trabalho, no início da manhã de sábado.

O delegado adjunto da especializada informou, ainda, que os traficantes da Favela do Jacarezinho – liderados pelo criminoso conhecido como “J” – já foram identificados. No entanto, não divulgou os nomes, para não atrapalhar as investigações.

drf (4)

“Quatro homens entraram na agência e acreditamos que outros quatro poderiam estar do lado de fora, dando cobertura aos comparsas. Eles levaram o dinheiro, que seria dividido no dia seguinte ao assalto, em um beco na Favela do Jacarezinho”, disse Marcelo Martins.

Com 23 anos de idade, o vigilante Douglas Costa trabalhava há três meses na agência e recebia salário de R$ 650. Nas imagens gravadas pelo sistema de segurança ele aparece virando as costas para os assaltantes, na hora em que esses saem do banco.

drf (2)

“Não valeu a pena, mas na hora eu não pensei. A gente só pensa no dinheiro e fica achando que vai dar certo”, afirmou.

Todos os três foram encaminhados para a carceragem da Divisão de Capturas e Polícia Interestadual (DC-Polinter), onde vão permanecer à disposição da Justiça. Qualquer informação que auxilie nas investigações e ajude a Polícia a localizar os outros criminosos pode ser repassada através do Disque-Denúncia (2253-1177).

LEIA MAIS AQUI:

Pauta do Dia no Top Blog!

Anúncios
comentários
  1. Fábio Gonçalves(Vigilante) disse:

    Safados,traidores da classe merecem apodrecer na prisão!!!!!

    • andré disse:

      Sou vigilante tbm, e servo de Deus é claro que eles tem que pagar pelo crime cometido, mais tbm são dignos da misericordia de Deus, que eles possam se arrepender de ato e se converter ao senhor Jesus e levar uma vida de bem.

  2. jean disse:

    sou vigilante da empressa protex segurança com certeza estão totalmente errados e devem pagar pelos seus atos pois devemos ganhar o nosso soldo de maneira onesta e leal , mas não cncordo com o nosso salario pois temos muita responsabilidade para muito pouco dinheiro ate hoje estamos esperando os 30% de piriculosidade que temos direito e ate agora nada os vgs de sp ja ganham e nos aqui do rio nada cade presidente lula

  3. Eliane disse:

    Tbm sou vigilante feminina mais chamada de guardete trabalho no Banco do Brasil ganho pouco sim mais com honestidade pois quando deito em meu travisseiro tenho minha conciência tranquila que fiz um trabalho honesto infelizmente tenho até vergonha de adimitir que tenho colegas de profissão que se vendem por tão pouco…é e uma vergonha para mim…

  4. alexander disse:

    nem sempre há vigilantes envolvidos no assaltos a bancos.mas mesmos não estando envolvidos neste assalto do bb são gonçalo, os outros vigilantes foram mandados embora por um simples motivo ter trabalhado com os “vigilantes bandidos” que a propria empresa contratou.

  5. carlos disse:

    vida do trafico naum e pra qual que Um ..

  6. carlos eduardo da silva disse:

    sou vigilante também trabalho na empreza sunset que presta serviço para o santander de todo rio de janeiro,eu fico muito triste que toda nossa luta é manchada por maus proficionais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s