Casal de idosos morto a pauladas em Camboinhas

Publicado: 11 de agosto de 2009 em investigação, Niterói, Região Oceânica de Niterói, segurança pública
Tags:, , , , ,

Fotos: Pedro Pantoja

Policia

Um crime bárbaro chocou a moradores de Camboinhas, bairro de classe média alta na Região Oceânica de Niterói. O casal Humberto Cardozo Chaves, 74 anos, e Lenice da Assunção Cardozo Chaves, 72, foi assassinado a pauladas no interior da residência em que morava, na Rua 26. Ela era professora e ele, engenheiro que já foi diretor da Furnas Centrais Elétricas, diretor de Transportes de Carga do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER) e presidente da extinta Companhia de Eletricidade do Rio de Janeiro (Cerj).

O imóvel, de dois andares e que ocupa uma quadra – possuindo acesso também pela Rua 27 – tinha câmeras de segurança e três cachorros da raça Pastor Alemão. Além disso, fica em um bairro onde há um Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) na principal entrada e saída, além de equipes e viaturas de uma empresa de segurança privada e sistema de monitoramento por imagens.

Policia

“O computador que armazena as imagens captadas pelas câmeras da casa foi levado, mas solicitei as fitas do circuito interno do condomínio que gravam as cenas nas ruas do bairro”, ressaltou o delegado Flávio Loureiro, titular da 81ª DP (Itaipu).

O casal, que não possuía filhos, tinha passado o domingo, dia 9, com familiares, durante almoço em um shopping localizado no bairro São Conrado, na Zona Sul do Rio. Eles teriam voltado para casa por volta das 16 horas, chegando em Niterói cerca de duas horas depois. A falta de contato despertou a desconfiança de parentes, que descobriram o duplo assassinato depois que acionaram policiais militares lotados no 12º BPM (Niterói).

“Eles costumavam avisar quando chegavam em casa. Ficamos preocupados porque eles não atendiam as ligações. Como eu moro perto, vim até aqui e desconfiei quando vi que os carros estavam na garagem. Isso provava que eles já tinham chegado. Achei que estava havendo algum assalto e fui até o DPO pedir ajuda”, contou o advogado Fernando Mendes, que é primo das vítimas.

Policia

Os PMs foram até o endereço e constataram que tanto a porta da frente como a dos fundos estavam trancadas. Quando conseguiram entrar no imóvel, encontraram o corpo do engenheiro caído na cozinha e o de sua mulher em um quarto no primeiro andar. O crime foi descoberto por volta das 22 horas. Um dos cães, que era macho, estava próximo ao local e aparentava estar traumatizado. Ele foi levado, na manhã desta segunda-feira, dia 10, ao veterinário. As duas fêmeas, que ficavam trancadas em um canil, só voltaram a latir na parte da tarde.

Uma amiga do casal que também mora em Camboinhas revelou que, no sábado, dia 8, eles reuniram amigos para uma missa celebrada pelo Frei Anselmo, que é padre no Convento de Santo Antônio.

Policia

“Eles eram idosos, mas eram ativos. Cada um tinha o seu carro e eles mesmos dirigiam. Estive com eles e outros amigos no sábado, pois eles conseguiram autorização para que o Frei Anselmo viesse até a casa deles e celebrasse uma missa de dia dos pais. Os dois sempre se sentiram seguros, pois as fêmeas são bravas e eles tinham um esquema de segurança na casa”, disse a dona-de-casa Zilda Fonseca, 63.

De acordo com a Polícia, além do computador que registrava as imagens das câmeras, apenas um notebook foi levado. Os três carros das vítimas – um Honda New Civic, um Vectra e um Renault Mégane – não foram levados. Uma empregada que trabalhava na residência do casal há dois meses foi ouvida ontem. O caseiro e sua mulher, que também era funcionária das vítimas há cerca de cinco meses, não haviam sido localizados, até a tarde desta segunda-feira. Um ex-caseiro também será intimado para depor.

Policia

“Uma vizinha teria ouvido uma discussão e queremos saber o conteúdo dessa briga. Ela também teria escutado quando a professora chamou o cachorro pedindo ajuda. O casal chegou em casa por volta das 18 horas e, antes disso, o caseiro havia atendido uma ligação. Depois, ninguém mais atendia ao telefone. Vamos entrar em contato com os empregados, que ainda não foram encontrados”, ressaltou o delegado, que trabalha com as hipóteses de latrocínio (roubo seguido de morte) ou vingança.

flavio loureiro

“Nenhuma hipótese será afastada. Tudo vai ser checado”, garantiu Flávio Loureiro, que acompanhou o trabalho de papiloscopistas do Instituto de Identificação Félix Pacheco (IFP).

Uma equipe foi até o endereço e recolheu dezenas de impressões digitais que havia em objetos e partes da casa. Ainda durante a madrugada, peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) também realizaram uma perícia no imóvel.

Policia

Qualquer informação que auxilie nas investigações policiais e ajude a Polícia a identificar e localizar os criminosos pode ser repassada através do Disque-Denúncia: 2253-1177. O anonimato é garantido.

LEIA MAIS AQUI:

Pauta do Dia no Top Blog!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s