Polícia descobre plano para matar secretário

Publicado: 20 de abril de 2010 em investigação, segurança pública, Tráfico de drogas
Tags:, , , , ,

Uma determinação da cúpula da facção criminosa Comando Vermelho (CV) para executar o atual secretário de Estado de Administração Penitenciária do Estado do Rio de Janeiro (Seap), coronel Cesar Rubens Monteiro de Carvalho, 56 anos, foi descoberta por agentes da Superintendência de Inteligência Penitenciária (Sispen) e deixou em alerta a Secretaria de Estado de Segurança Pública do Estado.

A ação, planejada para ocorrer na descida da Ponte Rio-Niterói, seria em retaliação à transferência de 10 chefões do CV, que cumpriam pena no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, para o Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, ocorrida no dia 6 de março.

De acordo com as investigações, dois traficantes que atuam no eixo Niterói-São Gonçalo – os mais prejudicados pela transferência dos três principais atacadistas de drogas da região, os irmãos Luiz Paulo Gomes Jardim, o Luiz Queimado, 47, e Paulo César Gomes Jardim, o Paulinho Madureira, 42, além de Antônio Hilário Ferreira, o Rabicó, 45 – teriam recebido a missão de recrutar homens de confiança da facção criminosa para participar do atentado contra o secretário. Um deles é Luiz Cláudio Gomes, o Pão com Ovo, 35, apontado como o chefe do tráfico de drogas no Morro do Martins, em Neves, São Gonçalo, e na Favela Nova Brasília, na Engenhoca, Zona Norte de Niterói.

Luiz Cláudio Gomes, o Pão com Ovo, 35 anos

O criminoso teve a prisão preventiva decretada pela Justiça por sequestrar um estudante de 18 anos, no dia 29 de setembro do ano passado, na entrada do Morro dos Marítimos, no Barreto, também na Zona Norte de Niterói. O outro é Luiz Carvalho da Silva, o Luiz Cicatriz, 28, que controla as bocas de fumo nas comunidades Sítio de Ferro, Cocada, Galinha e Cantagalo, na região de Pendotiba, em Niterói.

Luiz Carvalho da Silva, o Luiz Cicatriz, 28 anos

Preso por agentes da Delegacia de Combate as Drogas (DCOD) em Olaria, no último dia 14, Cicatriz está sendo investigado por abrigar traficantes do Morro da Mangueira, em São Cristóvão, Zona Norte do Rio, nas comunidades de Niterói. Segundo a Polícia, pelo menos 15 bandidos, entre eles duas mulheres, teriam migrado da favela carioca para Pendotiba com o objetivo de fortalecer o tráfico de drogas na região. Uma das mulheres, cujo nome não foi divulgado pela Polícia, seria a responsável por negociar com Alexander Mendes da Silva, o Polegar ou Paraibinha – chefão do tráfico na Mangueira e considerado um dos criminosos mais procurados do Estado – o envio de armas e drogas para Niterói.

Após ser informado do plano para matá-lo, o coronel Cesar Rubens providenciou reforço na sua segurança.

Traficantes do Comando Vermelho também são apontados como os responsáveis pelo assassinato do tenente-coronel da Polícia Militar José Roberto do Amaral Lourenço, 41 anos, em agosto outubro de 2008, ano em que oito agentes penitenciários foram mortos no Estado.

O oficial, que era diretor da Penitenciária Doutor Serrano Neves B, mais conhecida como Bangu 3 B, no Complexo de Gericinó, foi executado a caminho do trabalho, em Deodoro, na Zona Oeste do Rio. A vítima foi surpreendida por pelo menos oito criminosos que estavam em dois veículos, um Peugeot e uma Blazer. Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) disseram que pelo menos 60 disparos de fuzil acertaram o automóvel dirigido pelo coronel, o Palio branco oficial placa LPM 0092.

O envolvimento da facção criminosa na execução teria sido descoberta através de uma interceptação telefônica feita pela 22ª DP (Penha). As investigações da Delegacia de Homicídios (DH) revelaram que o oficial foi morto por ter descoberto um esquema conhecido como máfia das cantinas, que contaria com a conivência de agentes penitenciários para permitir a entrada de armas, drogas, celulares e rádios transmissores nos presídios através de sacolas e caixas de alimentos fechadas destinadas à cantina.

Em 2006, o tenente-coronel Lourenço depôs no processo sobre a morte do traficante Neifrance da Silva Nunes, o Nei Sapo, 35, chefe do tráfico da Favela do Jacarezinho. Preso desde dezembro de 1999, ele foi encontrado morto em sua cela, justamente em Bangu 3, em setembro de 2006.

Adair Marlon Duarte, o Aldair da Mangueira

O PM apontou como os responsáveis pelo crime o traficante Adair Marlon Duarte, o Aldair da Mangueira, José Benemário de Araújo, o Benemário, Márcio da Silva de Macedo, o Gigante, Carlos Alberto Santos da Silva, o Beto Careca, e Luiz Claudio Gomes, o Pão com Ovo.

Márcio da Silva de Macedo, o Gigante

O processo acabou sendo arquivado em agosto. Após a execução do diretor, o processo foi reaberto a pedido do Ministério Público e da 1ª Vara Criminal de Bangu. Como estava em um depósito da Justiça em São Cristóvão, a documentação teria sido extraviada quando seguia para Bangu.

Neifrance da Silva Nunes, o Nei Sapo, 35 anos

Lista dos presos do CV transferidos

Os presos transferidos foram: Ederson José Gonçalves Leite, ex-chefe do tráfico na Cidade de Deus, Patrick Salgado Souza, do morro do Vidigal; Márcio Gomes de Medeiros, chefe do Turano; os irmãos Luiz Carlos Gomes e Luiz Paulo Gomes Jardim, que controlam parte da venda de drogas em São Gonçalo; além de Antônio Hilário Ferreira, Márcio Gomes de Medeiros, Juliano Gonçalves de Oliveira, José Benemário de Araújo, Bruno Coutinho e Tiago Rangel da Fonseca.

Luís Paulo Gomes Jardim, o Luiz Queimado, 47 anos

Irmãos Gomes Jardim – Quatro anos após perder o controle das bocas de fumo do Morro da Chumbada, em São Gonçalo, o traficante Luís Paulo Gomes Jardim, o Luiz Queimado, 47 anos – um dos principais líderes do CV em São Gonçalo – iniciou uma guerra pela retomada dos pontos de venda de drogas no local, que deixou pelo menos 11 mortos.

Paulo César Gomes Jardim, o Paulinho Madureira, 42 anos

Preso há 18 anos, o criminoso – irmão de Paulo César Gomes Jardim, o Paulinho Madureira, 43, que também cumpre pena por tráfico de drogas, e filho de Maria Helena Gomes, a Vovó do Pó, 73, que está em liberdade condicional desde julho de 2003, após ficar presa por mais de uma década – controla o Morro Menino de Deus, juntamente com a família, desde os anos 70.

Antônio Hilário Ferreira, o Rabicó, 45 anos

Rabicó do Salgueiro – Preso em março de 2008 em uma mansão de praia na cidade de Mamanguape, a cerca de 50 km de João Pessoa, na Paraíba, o traficante esta à frente das bocas de fumo no Complexo do Salgueiro há pelo menos duas décadas. O criminoso permaneceu por oito meses na capital paraibana, onde se estabeleceu como empresário na área de reciclagem e dono de uma oficina para consertos de carros.

Patrick Salgado Souza Martins (Patrick do Vidigal, 37 anos): preso desde dezembro de 2000, Patrick foi condenado por homicídio e tráfico de drogas. Cumpriu grande a maior parte de sua pena no Complexo de Gericinó, em Bangu. Nada disso o impediu de coordenar uma das invasões à comunidade, na Sexta-Feira Santa do ano de 2004, liderada na época por Eduíno Eustáquio de Araújo, o Dudu. Por conta desse plano, ele acabou condenado a ficar preso até 15 de abril de 2010, por formação de quadrilha.

Ederson José Gonçalves Leite, o Sam, 46 anos

Ederson José Gonçalves Leite (o Sam, 46 anos): no final do ano passado, em uma operação realizada na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, foi presa Denair Martins Gonçalves da Silva, 68 anos, mãe de Sam, que comandava a venda de drogas na comunidade. Ela era presidente da associação de moradores da CDD. O criminoso regia o tráfico na favela com o apoio da mãe, do irmão Edvanderson Gonçalves Leite, o Deco, 44, do filho Ederson Rodrigues Leite, o Neném, 25, e do sobrinho Weverton Rodrigo Gonçalves de França, 21.

Anúncios
comentários
  1. giban disse:

    é o ADA porra giban do sabão!!!

  2. pL disse:

    vai tomar no teu cu alemão SAFADO SEU ADELAIDE VIADO

  3. sabao e

    e minha rola vai se fude Qui e COMANDO VERMELHO

  4. CDD disse:

    TEM QUE SOLTA O TIO SAM ,UPP EO KARALHO

  5. lucas matheus vieira da conceiçao disse:

    liberade pro aldai vila kennedy ti ma porra dorno da v.k e o patrao aldai

  6. l.p disse:

    A.D.A-L CANBADA DE CUSAO RSRSRSRSRS……MORRO DA OTHO ,MORRO DOS MARITIMOS,MORRO DA BOA VISTA …O NOSSO Q.G EM NITEROI

  7. PM disse:

    O Luiz queimado esta em estado terminal de câncer em um hospital.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s