Tio de menor pede proteção policial

Publicado: 10 de julho de 2010 em Uncategorized

O motorista gonçalense que denunciou a participação do próprio sobrinho de 17 anos no seqüestro da modelo Eliza Silva Samudio, 25 anos – encerrando o mistério do desaparecimento da ex-amante do goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza, 24, do Flamengo – pode ser incluído no Programa de Proteção a Testemunha.
A promotora Mônica Marques, presidente do Conselho Deliberativo do Programa Estadual de Proteção às Vítimas e Testemunhas de Infrações Penais (Provita), solicitou a abertura do processo de inclusão provisória do morador de Guaxindiba no Programa, na tarde desta sexta-feira, dia 9 de julho.

O motorista prestou depoimento na Divisão de Homicídios (DH), localizada na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, sobre o desaparecimento de Eliza. Ele relatou que vem sofrendo ameaças de morte desde que fez as primeiras denúncias à imprensa contra o goleiro, o amigo dele Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como Macarrão e outros suspeitos de envolvimento com o crime.

“Dei entrada nos documentos e estou ansioso para que as coisas se resolvam logo, pois andaram rondando minha casa, perguntando por mim e isso me assustou. Desculpas, mas estou muito cansado e preciso desligar”, comentou o motorista, em breve entrevista por telefone.

O depoimento do gonçalense à DH do Rio foi encaminhado ao promotor Alexandre Murilo Graça, da 17ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos. O magistrado encaminhou as declarações ao Conselho Deliberativo do Provita, sustentando a necessidade de garantir a integridade física da testemunha. A presidente do Conselho determinou o início do processo de inclusão provisória do motorista no programa. A equipe técnica do Provita deve fazer uma triagem com o denunciante e, posteriormente, deverá ser votada a inclusão definitiva da vítima no programa.

Foram presos, no início da noite desta sexta-feira, os três últimos suspeitos de envolvimento na morte da modelo: Wemerson Marques de Souza, conhecido como “Coxinha”, o caseiro Elenilson Vitor da Silva, irmão de Macarrão, e Flávio Caetano de Araújo. Eles estavam foragidos desde a última quarta-feira, quando o Tribunal do Júri de Contagem decretou a prisão temporária dos três. Eles foram encontrados em uma casa em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O delegado Edson Moreira, chefe do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP), disse que há a possibilidade de não haver restos mortais de Eliza Samudio. A perícia técnica mineira pretende esclarecer o caso a partir do exame de DNA de saliva encontrada na sala da casa do ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, Nenem ou Paulista, 47.

Após chegar algemado em Minas Gerais, Bruno foi fichado no cadastro policial de Minas Gerais e encaminhado a uma penitenciária de segurança máxima em Contagem. Se no Rio ele se reservou ao direito de falar somente em juízo, em Minas ele ainda não foi ouvido.

“A paciência é uma virtude”, afirmou o delegado Edson Moreira.

Na manhã desta sexta-feira, Bruno, Macarrão e Bola não permitiram a coleta de material para a realização de exames de DNA. Os agentes responsáveis pelas investigações perguntaram se eles permitiriam, espontaneamente, a coleta do material, mas os três se recusaram por orientação da defesa. Eles não são obrigados a fazer o exame, pois não precisam produzir provas contra si mesmos. Durante 30 dias, ele e os outros presos suspeitos de envolvimento no desaparecimento da modelo não podem receber visitas, a não ser dos advogados.

Anúncios
comentários
  1. […] This post was mentioned on Twitter by Roberta Trindade. Roberta Trindade said: Tio de menor pede proteção policial: http://wp.me/p4i7R-1eF […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s