Matador de PM é preso duas semanas após crime

Publicado: 12 de julho de 2010 em Uncategorized

Acusado de matar um policial militar que comemorava a vitória do Brasil sobre o Chile, na Lapa, na região central do Rio, no último dia 28 de junho, Mário Lee de Oliveira Barreto, o Marinho, 21 anos, foi preso por policiais do 13º BPM (Praça Tiradentes), na tarde desta segunda-feira, dia 12 de julho.

Os PMs chegaram até ele, em um casarão na Rua Taylor, na própria Lapa, através de uma denúncia anônima repassada a agentes do Serviço de Inteligência (P-2) da unidade. Com o acusado, os policiais apreenderam uma pedra de crack que pesava 88 gramas. Apesar da acusação, Marinho negou qualquer envolvimento no assassinato. Contra ele existem dois mandados de prisão por tráfico de drogas.

Lotado no 13º BPM (Praça Tiradentes), o soldado Gustavo Rodrigues da Silveira, 28 anos, morreu após ser atingido por oito tiros de pistola, em frente a um bar na esquina das ruas Mem de Sá e Inválidos, na Lapa, na região central do Rio. De acordo com testemunhas, um homem que ocupava a garupa de uma moto, de placa não anotada, fez os disparos em direção ao PM, que estava de folga.

Outros três policiais do mesmo batalhão faziam companhia a Gustavo, mas correram e conseguiram fugir. Atingido na costas e peito, o soldado ainda tentou fugir e chegou a percorrer uma distância de aproximadamente 30 metros. Ainda segundo testemunhas, o criminoso esperou o policial cair, em frente ao número 134 da Rua Mem de Sá, para descarregar a pistola calibre nove milímetros. No momento do crime, havia centenas de pessoas nos bares, comemorando a viória da Seleção Brasileira contra a Seleção do Chile pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo da África do Sul.

O PM chegou a ser socorrido por seus colegas e foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, mas não resistiu. Os bandidos fugiram em direção à Rua André Cavalcante, um dos acessos ao bairro Santa Teresa. No momento do crime, como de costume em todos os jogos da Seleção Brasileira, os bares da Lapa estavam lotados de torcedores comemorando a vitória do Brasil.

Segundo informações da assessoria de imprensa da PM, o recruta morava em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio. Ele integrava a corporação há quase um ano e estava no 13º BPM para participar de um curso de formação policial.

Anúncios
comentários
  1. […] This post was mentioned on Twitter by Roberta Trindade. Roberta Trindade said: RT @pautadodia: Matador de PM é preso duas semanas após crime: http://wp.me/p4i7R-1fd […]

  2. felipe disse:

    gostaria de dizer que esse policial que morreu era meu unico irmao, e que ele nao estava comemorando jogo nenhum saiu pra comer alguma coisa pois na unidade policial que ele trabalhava e dormia por esta irregularmente lotado a mais de 120 km dw casa nao tinha nada pra comer no fim da dia de trabalho e que ele nao estava fazendo curso nenhum como disse a pm, eles todos foram tranferidos ou emprestado pois meu irmao e os outros meninos sao do 11° bpm em friburgo e o governador precisa por policiais no centro do rio pra ser reeleito, perdi meu pai dez meses antes e agora meu irmao, nao consigo mais dormi e ninguem faz nada. obrigado sergio cabral votei no senhor e meu irmao tbm.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s