Mais de 100 corpos estariam no Complexo do Alemão

Publicado: 12 de dezembro de 2010 em Uncategorized

Em uma semana, 124 presos, 148 detidos, 37 mortos em confronto, 215 armas e 178 artefatos explosivos apreendidos e 103 veículos incendiados, além de quatro policiais baleados. Este foi o saldo das operações das forças de segurança no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, entre os dias 22 e 30 de novembro, de acordo com a Polícia Militar.

O único número que não foi divulgado até o momento é o de desaparecidos na região que era considerada o Quartel General (QG) da facção criminosa Comando Vermelho (CV) – possuindo acessos pelos bairros Penha, Bonsucesso, Ramos, Olaria e Inhaúma e composta pelos morros do Alemão, da Baiana, do Adeus e dos Mineiros e pelas favelas Vila Cruzeiro, Alvorada, Matinha, Nova Brasília, Pedra do Sapo, Palmeiras, Fazendinha, Grota, Chatuba, Areal e Chuveirinho.

Moradores do Complexo do Alemão afirmam que alguns corpos foram retirados do local dentro de veículos blindados, mas denunciam que ainda há vários – principalmente na localidade conhecida como Vacaria, que fica entre as favelas Vila Cruzeiro e Chatuba.

O PAUTA DO DIA conseguiu entrevistar, com exclusividade, um jovem que integrava a quadrilha responsável pela venda de drogas na região. Aos 18 anos de idade, ele era um dos soldados do tráfico e recebia R$ 500 por semana para impedir invasões de facções rivais e retardar a aproximação de viaturas para que os chefões conseguissem fugir, no caso de incursões policiais.

Como, além de não ter antecedentes, não fazia parte da liderança e nem ocupava função importante na quadrilha – que, segundo ele, tinha centenas de integrantes – não foi identificado pela Polícia e não possui mandado de prisão.

“Quase morri. Tive a maior sorte. Larguei as peças (armas) e consegui chegar em casa”, relembrou.

“Perdi minha parada toda. Geral perdeu tudo e nem todo mundo conseguiu escapar com vida. Dei sorte de passar batido e conseguir chegar em casa vivo”, disse.

Ele confirmou a denúncia de moradores de que muitos traficantes saíram do conjunto de favelas em viaturas policiais – tanto da Polícia Civil como da Militar, inclusive no blindado.

“Quem tinha dinheiro pra perder saiu vivo”, afirmou.

Um dos criminosos que teria conseguido ajuda policial para fugir do Complexo do Alemão é o traficante Alexandre Mendes da Silva, o Polegar ou Paraibinha, 35 anos. A informação foi repassada, através de telefonema anônimo, ao Ministério Público. Na ligação, o denunciante informou que o bandido havia sido levado para a Região dos Lagos e deu, inclusive, a placa do automóvel – um Gol preto. Após levantamento, descobriu-se que a placa era de uma viatura descaracterizada da 126ª DP (Cabo Frio).

“Demos prioridade à essa denúncia, pois ela trouxe elementos robustos. A informação do destino bate com a origem dessa viatura”, ressaltou o ouvidor-geral do MP, promotor Gianfilippo Pianezzola, que recebeu a denúncia e a encaminhou à 1ª Central de Inquérito do órgão, setor que assumiu as investigações sobre o caso.

A fuga de Polegar teria ocorrido no dia 26 de novembro. Dois dias depois, o blindado do 16º BPM (Olaria) também teria sido usado como táxi por criminosos. A Corregedoria da PM investiga viagens realizadas pelo veículo, sem autorização, do Complexo do Alemão até o Morro do Chapadão, na Pavuna, também na Zona Norte. O trajeto foi percorrido várias vezes, do início da noite do dia 28 até às 5h do dia seguinte.

Caso seja comprovado que os PMs de plantão naquele horário auxiliaram na fuga de bandidos, como os dois traficantes mais procurados atualmente no Estado do Rio – Fabiano Atanásio da Silva, o FB, 33 anos, e Luciano Martiniano da Silva, o Pezão, 31 – todos podem ser expulsos da corporação.

Os corpos dos muitos que não conseguiram escapar com vida ou não puderam pagar para fugir também estariam espalhados pela Serra da Misericórdia – que liga a Favela da Vila Cruzeiro ao Morro do Alemão e por onde a tentativa de fuga de centenas de traficantes foi flagrada por imagens aéreas de emissoras de televisão.

“Tem muita gente desaparecida. Ficamos sabendo que os policiais vão esperar passar alguns meses e depois vão falar que encontraram um cemitério clandestino. Só que esses mortos foram eles que deixaram”, revelou o soldado do tráfico.

“Os policiais interditaram uma parte do Areal. Ninguém pode passar por lá. Não dá pra ver, mas o cheiro está forte. Na Vacaria, os porcos já comeram muitos corpos. Mais de 100 irmãos foram mortos”, garantiu.

Além das mortes, que representam perda para a quadrilha que antes era conhecida como “Bonde do Trem Bala”, o prejuízo financeiro com a apreensão de armas e drogas provocou racha entre os líderes da facção.

“Deu o maior caô. O FB queria matar o Faustão e o Branquinho e chegou a sair no tapa com o Mica”, disse, referindo-se ao chefe do tráfico na Vila Cruzeiro – FB – e aos traficantes Ricardo Severo, o Faustão, 31, e Tássio Fernandes Faustinho, o Branquinho, 26, que seriam os números 2 e 3 na hierarquia da quadrilha na localidade.

Os dois foram presos na madrugada do dia 27 de novembro ao tentar furar um bloqueio na Rua Canitá. Enquanto Branquinho foi baleado na coxa, Faustão foi atingido na barriga. Os dois receberam atendimento médico no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, e foram liberados horas depois, sendo transferidos para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná.

“Eles preferiram se entregar para não acabarem mortos”, ressaltou o soldado do CV.

Já o traficante Paulo Roberto de Souza Paz, o Mica ou MK, 32 – amigo de infância do jogador Adriano, que teria comprado uma moto no valor de R$ 35 mil e registrado em nome da mãe do criminoso – ficou famoso após condenar quatro comparsas que atearam fogo em um ônibus matando cinco pessoas, em novembro de 2005. A idéia do ataque foi de Anderson Gonçalves dos Santos, o Lorde, em represália à morte de um comparsa, no Morro da Fé, na Penha.

O quarteto que participou do crime foi executado por Mica e os corpos foram deixados próximo à extinta Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), no Grajaú, também na Zona Norte do Rio. Preso meses depois, Lorde foi condenado a 444 anos de prisão.

“Estão falando que o FB não tem mais vez aqui. Os cara do Jacaré estão boladão porque deixaram prender o Lambari (Marcos Vinícius da Silva) e a Sandra Sapatão (Sandra Helena Ferreira Gabriel). Tem uns mano na Nova Holanda que vão mandar umas paradas pra cá pra ver se dá pra abrir a boca só de noite”, revelou.

“Acho que nunca mais a Penha e o Alemão vão voltar a ser o que era. Foi perda total”, finalizou.

Anúncios
comentários
  1. […] This post was mentioned on Twitter by Roberta Trindade, John Doe, LuisHenriqueMachado, Cezar Alves de Lima, Joyce Fanara and others. Joyce Fanara said: RT @robertatrindade: Mais de 100 corpos estariam no Complexo do Alemão: http://wp.me/p4i7R-1AY […]

  2. Oswaldo disse:

    Um cara que trabalha comigo disse a mesma coisa. Ele tem um primo no BOPE, e parece que tão matando muito bandido que sobrou lá. As vezes eles nao tem ficha ainda, e nao ia dar pra prender. Muitos eles tao tirando nas viaturas pra desovar, mas vários tao largados lá mesmo

  3. Foi a única maneira de limpar a cidade do Rio de Janeiro e porque não dizer, o Brasil .Espero que continue esta operação para que reine a PAZ em nosso país e que passe a ter um futuro melhor para o nosso povo.PARABÉNS PARA OS NOSSOS GOVERNANTES ter tomado esta atitude!

  4. César disse:

    Ah, Roberta, deixa de caô…100 corpos e uma notícia dessa fica contida na favela ???
    Tá de brincadeira ?
    Desse jeito seu blog vai cair no descrédito…
    Se é verdade e vc sabe disso (caso contrário não estaria publicando uma coisa dessas), porque vc não leva um Juiz e/ou um Promotor lá ? Nada barra esses caras, não tem BOPE, CORE, Exército ou o que quer que seja…
    Espero que vc se retrate ou entre para valer nessa estória (com “e” mesmo, porque é da Carochinha!!!).

    • Nossa função é ser a voz de quem não pode falar e divulgar os fatos.
      Não somos guias de ninguém. Cabe ao MP investigar e tenha a certeza de que isso está sendo feito.

      Atenciosamente,

      Equipe Pauta do Dia

      • César disse:

        Ok, vc disse, “…divulgar os fatos.”
        Que fatos ?
        Onde estão as provas ?
        Não dá para escrever um artigo desses sem provas….
        Vou acompanhar…

  5. CV BOLADAO disse:

    Pode X9 cagueta memo mas se vi na cidade alta vai ver varios contencao do mano cannibal mata morado e mole e fala ke e bandido pjl e sdd dakeles ke se foram os irmao morre mas morre como sujeito homem num e a toa k nois bate de frente com tanke blindado saudade do famoso bonde dos mete bala

  6. Vagabundo tem que morrer,foda-se na hora de esculachar os outros eles sabem então bala neles,policial safado corrupto tem que morrer então bala neles tambem.

  7. […] uma pesquisa feita pelo Blog PAUTA DO DIA mais de cem corpos estariam espalhados pelo complexo do Alemão. Informações de um soldado do […]

  8. Ovalle jr disse:

    Só morreram vagabundos ,praque mexer nisso,se esses vagabundos te pegam abelhudinha, eles te esculacham,vc com essa cara lindinha iria ser mulherzinha de todos eles.
    Sou fã do seu blog,as vezes vc exagera nas informações,mas gosto de ver as fotos de vagabundos mortos.

  9. Fala Manso disse:

    + de 100 mortos foram poucos, tem que esquecer nessas horas o direitos humanos porque aparecem só para os vagabundos. Pessoas da comunidade do bairro Cartelar que fica situado em Belford Roxo viram um caminhão baú chegar na sexta após a invazão da quinta-feira cheio de traficantes fortementes armados. Quero ver como vai ficar à baixada essas merdas vindo prá cá. O Cézar as grandes mídias não divulgaram porque é só raciocinar um pouco os direitos humanos mundial iria cair dê pau na secretaria de segurança então até agora vão abafar. A mídia tem hora que até atrapalha, pois quando começou o confronto os helicópteros estavam filmando ali se análisar à secretaria de segurança já estavam abatendo os traficantes. Esses vermes pensavam que estava no seu quartel general, Tomara que o estado dê essa comunidade direito dê ir e vir com dignidade. Temos que acreditar porque Deus existe.

  10. trembala disse:

    nois tamo de volta poorra no tranka nao bope nem pede arrego pra marinha

  11. ada S.C BONDE DO COELHO disse:

    ada ate morrer mando de cu vermelho do caralho!

  12. abc@bol.com.br disse:

    kkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s