UPPs chegam a Niterói: Estado e Palácio serão ocupados pela PM

Publicado: 31 de março de 2011 em Uncategorized

Duas comunidades de Niterói aparecem na lista da Secretaria de Estado de Segurança Pública para receber uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) até dezembro desse ano. Os morros do Estado e Palácio – localizados no Centro e Ingá, respectivamente – estão entre as quatro comunidades consideradas prioridade para a implantação do modelo de policiamento em 2011.

A UPP chegará a Niterói após a inauguração das unidades dos morros da Mangueira e Tuiutí, em São Cristóvão, ambos na Zona Norte do Rio, e será a primeira instalada fora da capital. Com base em informações das polícias Civil e Militar, o PAUTA DO DIA identificou as lideranças do tráfico e o histórico de crimes nas duas comunidades, marcadas principalmente pela disputa entre facções rivais pelo controle da venda de drogas.

O raio-x da região corresponde à primeira fase para implantação dessas unidades, de acordo com o relatório da Seseg, que inclui o levantamento de dados populacionais, número de escolas, hospitais, postos de saúde, além do perfil socioeconômico dos moradores.

Considerada uma das maiores favelas de Niterói, tanto em extensão territorial quanto em número populacional – com cerca de 5.600 moradores, conforme levantamento feito pela Secretaria de Urbanismo, em 2006 –, o Morro do Estado tornou-se, recentemente, alvo da cobiça de traficantes da facção Amigos dos Amigos (ADA) oriundos do Complexo do São Carlos, no Estácio, na região central do Rio, ocupado pela PM no início desse mês.

Desde o primeiro dia do ano, o Disque-Denúncia recebeu 40 informações sobre migração de criminosos, planos de invasão e tiroteios na comunidade do Centro de Niterói – considerada estratégica pelos criminosos pela sua localização e extensão.

Ricardo Alves de Lima Silva, o Ricardinho, 31 anos

De acordo com as investigações, o responsável por tentar retomar os pontos de venda de drogas e abrigar traficantes cariocas é Ricardo Alves de Lima Silva, o Ricardinho, 31 anos. Preso por tráfico, ele saiu da cadeia em liberdade condicional no dia 28 de janeiro, mas não retornou para cumprir suas obrigações com a Justiça. Ele também é investigado por agentes da 76ª DP (Centro) como sendo um dos mandantes da morte da frentista Manuelle Gomes Pacheco, conhecida como Manu, 20, cujo corpo foi encontrado boiando na Baía de Guanabara, em setembro de 2009.

Frentista Manuelle Gomes Pacheco, conhecida como Manu, 20 anos

Após a prisão de Ricardinho, em 2006, as bocas-de-fumo do Morro do Estado passaram a ser controladas por traficantes ligados ao Terceiro Comando Puro (TCP), entre eles Carlos Eduardo dos Santos Correia, o Fluminense, atual liderança da venda de drogas na comunidade e chefe da quadrilha de assaltantes que age no Centro e Zona Sul de Niterói.

Carlos Eduardo dos Santos Correia, o Fluminense

Em dezembro do ano passado, um dos principais comparsas do criminoso, Alex da Silva Junior, o Lequinho Capeta, desafiou os policiais do Grupamento de Policiamento em Áreas Especiais (Gpae) – cuja sede deve ser usada para a implantação da UPP – ao telefonar para a unidade e dizer que os pegaria com sua pistola Glock.

Assim como a comunidade do Centro, o Morro do Palácio, que possui 2.320 moradores, também foi palco de diversas disputas pelo controle da venda de drogas, que se intensificaram após a morte do traficante Verneck Marlei de Araújo, o “Verneck” ou “VK”, 40, em agosto de 2009.

Desde então, criminosos do ADA e CV travaram confrontos que terminaram em, pelo menos, 10 mortes. A direção da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense (UFF) chegou a suspender as aulas em dias de tiroteios. Moradores dos bairros Ingá e Boa Viagem se mobilizaram e fizeram um abaixo-assinado para exigir a implantação de uma UPP na comunidade.

Morro do Estado, Centro, Niterói

Morro do Estado

População: 5,6 mil moradores

Instituições de ensino: duas escolas municipais

Alunos matriculados: 330

Hospitais e/ou postos de saúde: Unidade Básica de Saúde – cerca de 1.600 atendimentos mensais oferecendo consultas básicas (Clínica Médica, Pediatria, Ginecologia), Odontologia, Nutrição, Psicologia, Serviço Social, Vacinas básicas, Teste do pezinho, Teste de Investigação de gravidez (TIG) e Farmácia.

Morro do Palácio, Ingá, Zona Sul de Niterói

Morro do Palácio

População: 2.320 moradores

Instituições de ensino: duas creches comunitárias administradas pela comunidade e mantidas pela Prefeitura.

Hospitais e/ou postos de saúde: Programa Saúde da Família (PSF) da Prefeitura, que conta com três agentes de saúde, três enfermeiros e dois médicos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s