Acusado de executar dois PMs é preso em Manguinhos

Publicado: 1 de abril de 2011 em Matador de policiais, prisão, Rio de Janeiro, segurança pública, Uncategorized, Zona Norte do Rio
Tags:, , , ,

José Carlos dos Prazeres Silva, o Cem ou Joca, 30 anos

Acusado de matar dois policiais militares há seis anos e seis meses, José Carlos dos Prazeres Silva, o Cem ou Joca, 30 anos, foi preso por equipes do 22º BPM (Benfica), durante incursão na Favela de Manguinhos, em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio, nesta sexta-feira, dia 1º de abril.

O crime ocorreu no dia 2 de outubro de 2004, em Ramos, na Zona Norte do Rio. Dois policiais do 22º BPM foram executados por quatro homens armados com fuzis, às 7h, quando saíam de padaria na esquina das ruas Barreirose João Romariz. A caixa do estabelecimento, identificada como Miriam Leila Ribeiro, 44, foi atingida de raspão no braço esquerdo.

Baleado na cabeça, o sargento Télio de Jesus Graniço, 43, morreu a caminho do Hospital Geral de Bonsucesso. Já seu colega de farda, o cabo Robson Barros Rosa, 31, levou um tiro na barriga e morreu no centro cirúrgico.

O criminoso também é acusado de participação em um homicídio ocorrido uma semana antes. No dia 25 de setembro de 2004, ele atirou três vezes contra o advogado Acrísio Bicudo Fontes Neto, 27, no Engenho Novo, também na Zona Norte do Rio. A vítima era filha do desembargador José Ricardo Siqueira Regueira – preso em abril de 2007 na Operação Furacão, da Polícia Federal – e da juíza federal Lana Maria Fontes Regueira.

Dois meses depois, em novembro de 2004, José Carlos Prazeres dos Santos foi preso pela PF no sítio Recanto do Baby, no KM 99 da Estrada Rio-Teresópolis, em Guapimirim. Outras 15 pessoas também foram detidas na mesma ação, que investigava traficantes ligados à facção Comando Vermelho (CV). Todos foram indiciados por formação de quadrilha, roubo e furto, porte de arma de uso restrito e associação para o tráfico.

Condenado a 16 anos de prisão, ele recebeu o benefício do regime semi-aberto após cumprir um sexto da pena, em julho de 2009, e, um ano e dois meses depois, foi beneficiado com a Visita Periódica ao Lar (VPL).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s