Fotos: Luiz Gomes

Clique na carta para ler seu conteúdo na íntegra

No ano em que comemora quatro décadas de fundação, a Escola Municipal Tasso da Silveira, na Rua General Bernardino de Matos, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, foi palco de uma tragédia jamais presenciada no país. O desempregado Wellington Menezes de Oliveira, 24 anos – que estudou na instituição -, entrou armado na unidade de ensino e efetuou centenas de disparos, deixando 12 estudantes mortos – dois meninos e 10 meninas com idades entre 12 e 15 anos – e 13 feridos, sendo quatro em estado grave.

O crime ocorreu no início da manhã desta quinta-feira, dia 7 de abril. A entrada de Wellington na escola foi facilitada justamente por causa das celebrações pelo aniversário da instituição, que estava promovendo palestras de ex-alunos. Ele disse que seria um dos palestrantes para poder ter acesso. Cerca de 800 alunos estão matriculados na Escola Municipal Tasso da Silveira, sendo que metade estuda no período da manhã, no Ensino Fundamental, e têm idades entre 9 e 14 anos.

Wellington Menezes de Oliveira, 24 anos

Assim que entrou na instituição de ensino, Wellington procurou pela professora identificada como Dorotéia, que o reconheceu e pediu a ele alguns instantes antes de atendê-lo. Nesse momento o criminoso entrou na sala 5, no segundo andar do prédio, onde estavam alunos da 8ª série do Ensino Médio, abriu a bolsa e disse: “Vim dar uma palestra para vocês”. Em seguida, começou a atirar – somente na direção das crianças.

Imagens registradas por uma câmera de vigilância da escola:

Logo depois ele foi até a sala em frente e novamente atirou diversas vezes a esmo. De acordo com a Polícia, pela quantidade de tiros efetuados, ele teve tempo de recarregar as armas. Quanto tentava chegar ao terceiro andar, onde ficam as crianças do Ensino Fundamental, ele foi surpreendido pelo terceiro-sargento Márcio Alves, 38.

Lotado no Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), o PM acompanhava uma equipe do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) em operação próximo à escola, quando foi abordado por duas crianças que conseguiram fugir após serem baleadas e pediram ajuda, dizendo que havia um atirador no local. O policial contou que tentou prender Wellington e atirou em uma de suas pernas após a recusa em se entregar. Depois de ser atingido, o criminoso atirou contra a própria cabeça.

O bombeiro Ronnie de Macedo, 22, contou que passava de carro próximo à escola quando viu Wellington efetuar disparos contra dois estudantes antes mesmo de entrar no colégio. Ele usou um kit de primeiros socorros para socorrer as crianças antes da chegada das ambulâncias e ficou com a camisa manchada de sangue.

Um morador que passava no local no momento em que os PMs do BPRv – os primeiros a chegar – entravam na escola gravou tudo com a câmera de seu aparelho de telefone celular. O vídeo foi postado no YouTube e teve milhares de visitas.

Veja o vídeo:

O criminoso deixou uma carta onde revela indícios de insanidade. A Polícia investiga se as referências feitas no texto a “pessoas impuras” seriam referências a mulheres, já que 10 das vítimas fatais do massacre eram meninas. Na carta, Wellington diz ser um homem puro e que sabia que não sairia vivo da escola. Ele ainda levou um lençol branco no qual pediu para ser carregado. No texto, ele pede para que os impuros não toquem nele.

O governador Sérgio Cabral Filho lamentou o massacre e chamou o assassino de “animal” e “psicopata”, durante coletiva de imprensa.

“Temos que aguardar as investigações, mas é preciso saber de onde veio todo essa experiência de tiros do matador”, disse, reforçando que Wellington estava ‘muito bem armado’.

Durante a entrevista, Cabral agradeceu ao terceiro-sargento Alves, o primeiro a chegar ao local do atentado, e o chamou de herói.

“Quero agradecer a esse herói que estava participando de uma ação policial a cerca de dois quarteirões da escola quando foi avisado por dois meninos feridos e pela professora. Ele impediu o assassino, que já estava acessando o terceiro andar. Sem dúvida nenhuma, a atuação do sargento foi fundamental. Ele já estava preparado para mais disparos”, informou.

O PM foi aplaudido pelos jornalistas e, muito emocionado, afirmou que estava com a sensação de “dever cumprido”.

No início da noite, uma psicóloga da Polícia Civil esteve na casa de Wellington, em Sepetiba, também na Zona Oeste do Rio, para tentar traçar um perfil do atirador. Durante uma varredura na residência do assassino, os agentes encontraram o local destruído e computadores queimados. Não foi achado nenhum sinal de bebida alcoólica ou drogas.

Wellington Menezes de Oliveira, 24 anos

No início da tarde, a Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados designou os deputados federais Stepan Nercessian (PPS-RJ), Alessandro Molon (PT-RJ) e Dr. Carlos Alberto (PMN-RJ) para acompanhar os desdobramentos do ataque à escola.

O deputado Stepan Nercessian disse que solicitará informações à Secretaria de Estado de Segurança Pública sobre todos os fatos relacionados ao episódio, para que o Congresso Nacional possa discutir o tema e formular propostas que possam de alguma forma dificultar este tipo de ação.

“Nós, da Comissão de Segurança, vamos buscar detalhes do ocorrido, que lamentamos profundamente, para que possamos discutir uma série de questões como o acesso indiscriminado a munições e armas em geral”, observou.

O relatório que será elaborado pelos parlamentares será entregue à Câmara no próximo dia 13 de abril.

LISTA DAS VÍTIMAS FATAIS DE REALENGO

1- Karine Lorraine Chagas de Oliveira, 14 anos
2- Rafael Pereira da Silva, 14 anos
3- Milena dos Santos Nascimento, 14 anos
4- Mariana Rocha de Souza, 12 anos
5- Larissa dos Santos Atanázio, 13 anos
6- Bianca Rocha Tavares, 13 anos
7- Luiza Paula da Silveira Machado, 14 anos
8- Laryssa Silva Martins, 13 anos
9- Géssica Guedes Pereira, 15 anos
10- Samira Pires Ribeiro, 13 anos
11- Igor Moraes da Silva, 13 anos
12- Ana Carolina Pacheco da Silva, 13 anos

Karine Lorraine Chagas de Oliveira, 14 anos

Rafael Pereira da Silva, 14 anos

Milena dos Santos Nascimento, 14 anos

Mariana Rocha de Souza, 12 anos

Larissa dos Santos Atanázio, 13 anos

Bianca Rocha Tavares, 13 anos

Luiza Paula da Silveira Machado, 14 anos

Laryssa Silva Martins, 13 anos

Géssica Guedes Pereira, 15 anos

Samira Pires Ribeiro, 13 anos

Igor Moraes da Silva, 13 anos

Ana Carolina Pacheco da Silva, 13 anos

Anúncios
comentários
  1. MAE - MULHERES AMIGAS ESPECIAIS disse:

    DEUS te abençoe querida Roberta.
    Evangelho Mateus 2, 16 Quando Herodes percebeu que os magos o haviam enganado, ficou furioso. Mandou matar todos os meninos de Belém e de todo o território ao redor, de dois anos para baixo, calculando a idade pelo que tinha averiguado dos magos. 17 Então se cumpriu o que fora dito pelo profeta Jeremias: 18 «Ouviu-se um grito em Ramá, choro e grande lamento: é Raquel que chora seus filhos, e não quer ser consolada, porque eles não existem mais.»

    Existe uma profecia que já anunciava está tragedia, infelizmente, poucos acreditam em DEUS, ou melhor. Poucos o Conhecem de acordo com a bíblia, acreditam no que escutam falar. Se não acreditarmos nesta profecia que circula na internet a alguns anos, esta tragedia pode se repetir outras vezes.

    Fique na Paz do Senhor JESUS.
    com muito amor e carinho
    MAE
    mulheres amigas especiais.

  2. flavio disse:

    A natureza revela o amor e a criatividade suprema de Deus.*Senhor, abra os meus olhos e os de meus semelhantes para ver e desfrutar a grande maravilha que o Senhor criou para alegrar as nossas vidas: a natureza- feita para embelezar, para manter nossas vidas e para nutrir as mais variadas necessidades. Senhor, sabemos que a água, o sol, as estrelas, as plantas, os animais e muitas outras coisas são Tua obra de arte para a humanidade. Muitas vezes, o egoísmo, a falta de amor e a ganância destroem e rejeitam a Tua grande criação. Ajude-nos a conservar, amar e a ressuscitar a velha e sempre nova natureza. Que o nosso carinho seja sempre derramado sobre a maravilhosa obra de Tuas mãos.Quer seja para vermos, cheirarmos,nos alimentar ou desfrutarmos.Que possamos sempre amar e cuidar da nossa sempre amiga e amada natureza. Amém.*****

  3. Eliane disse:

    É de uma tristeza sem palavras observar os rostos desses jovens, tão lindos e cheios de vida, acabar assim, pelas mãos de um ser de pouca evolução, sem paz e amor no coração. Não quero julgar ninguém, acredito na espiritualidade, sei que nada acontece ao acaso dentro da eternidade, mas, em situações como essa me pergunto, por que? Imagino a dor dos familiares e dói em meu coração de mãe tb. Peço ao Pai , Senhor Deus que conforte os familiares. Que O Bem Maior faça o seu trabalho de paz, harmonia e Equilibrio neste nosso Planeta tão cheio de amarguras. Que a Beleza do querer bem se fortaleça nos corações de toda a Humanidade para que as tristezas e dores da alma acabem. Vibremos por isso.

  4. Maicon disse:

    Infelizmente essa tragedia nao pode ser evitada …

    sou do Parana e estou chocado ate hj com essa crueldade …

    tomare que esse infeliz esteja queimando no colo do capeta…

    Luto pela Bianca Rocha Tavares e a todas as outras Crianças …

    que Deus as tenha em Um Otimo lugar…

    meus pesames as familias..

    “Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós”

  5. andré disse:

    Emquanto isso na polícia militar!!!

    Nós, os 190 excedentes do certame ao Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do estado do Rio de Janeiro, gostaríamos de pedir vossa atenção para o nosso caso. Nós, após árduos anos de estudos e várias etapas do certame supracitado, fomos informados que mesmo estando perfeitamente aptos e devidamente aprovados em todos os quesitos que permeiam as exigências para ascender à carreira de Oficial da Policia Militar, não seremos absorvidos pela valorosa corporação anteriormente citada.
    Em face de tal informação, gostaríamos de entrar em contato com as autoridades competentes a fim de averiguar a possibilidade do aproveitamento de todos os que se empenharam e muito lutaram para estarem aprovados. Não havendo a possibilidade do aproveitamento de todos, os que não puderem ser aproveitados no ano em curso, que venham a ser aproveitados no ano subseqüente, posto que tal fato, já ocorreu na Polícia Militar no ano de 2003. Ano em que todos os candidatos aptos em todas as etapas, mas considerados excedentes pela Polícia Militar, foram aproveitados no concurso seguinte, ingressando no Curso de Formação de Oficiais em 2004. (ANEXO 1)
    Também como exemplo do aproveitamento dos excedentes, podemos citar o ano de 2010, onde foram oferecidas 50 vagas ao CFO e ao fim de todas as etapas uma turma com 110 Cadetes foi formada. Foram 60 excedentes e todos aproveitados no mesmo ano.
    Nós candidatos arcamos com algumas despesas neste concurso, ferindo a Lei 4.932/06 de autoria da Deputada Federal Andreia Zito, lei que proíbe que os candidatos arquem com qualquer custa em exames médicos para realização concursos públicos. E para este concurso cada candidato teve uma despesa de mais ou menos R$ 1.000,00, com exames médicos, documentação obrigatória e o exame toxicológico. Havendo candidatos que atualmente encontram-se endividados com Bancos por conta destes gastos.
    Para a realização do exame toxicológico foram convocados cerca de 350 candidatos, porém se era o objetivo da PMERJ aproveitar apenas os 150 primeiros, ficamos na dúvida do porque de convocar todos os candidatos, já que este seria o último exame e além de nos custar R$300,00 , é um exame que tem pouquíssimas reprovações.
    Gostariamos de deixar claro, que quando iniciamos os exames complementares realizados pela PMERJ, sempre nos ficou claro que todos os candidatos seriam aproveitados ao fim das etapas complementares. Como exemplos, podemos citar um candidato Sargento do Exército Brasileiro que recebeu um ofício do Comandante da Academia da Polícia Militar, pedindo seu desligamento do Exército para que o mesmo pudesse ingressar na Polícia Militar. Atualmente o mesmo encontra-se desempregado, pois foi desligado do Exército e não aproveitado pela PMERJ. (ANEXO 2)
    Existem também os candidatos que pediram demissão de seus empregos e não estão conseguindo prover o sustento de seus familiares.
    Também como exemplo, foi divulgada uma listagem convocando 139 candidatos para comparecer ao CRSP no dia 11/03/2011. Nesta listagem encontravam-se cerca de 40 candidatos que estavam fora das 150 vagas oferecidas,e mesmo assim deram entrada em suas fichas que possivelmente seriam suas matriculas, inclusive alguns candidatos encontram-se com seus Certificados de Reservistas em posse do CRSP até o presente momento.
    O Rio de Janeiro encontra-se em preparo para receber dois importantíssimos eventos, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpiadas de 2016. Pensando nesses eventos a Segurança Pública está aumentando o efetivo da Polícia Militar, tanto que no último concurso para a formação de Soldados, foram oferecidas 3.600 vagas no edital. Já no Diário Oficial nº 26 do dia 9 de Fevereiro de 2011, o Governador autoriza a convocação de mais 3.400 candidatos, vizando os eventos citados anteriormente. (ANEXO 3)
    Ao que tudo indica o Governador do Estado do Rio de Janeiro está investindo no aumento do efetivo da Polícia Militar, aumento que julga-se necessário com base em relatos dados por autoridades da Segurança Pública de nosso estado, em meios de comunicação. E já que haverá um aumento considerável no número de vagas para Soldados, deveria haver também o aumento do número de vagas ao Curso de Formação de Oficiais e o aproveitamento dos candidatos considerados pela própria PMERJ como excedentes aptos em todas as etapas, porém não aproveitados por conta do número de vagas.
    Nossas reivindicações fundamentam-se no momento pelo qual passa o nosso estado, que está na iminência de receber inúmeros eventos esportivos, de porte internacional e no grande empenho da administração em curso no que permeia a segurança pública, buscando a excelência no trabalho e aumento do efetivo das polícias. Tal aumento no quadro de Oficias justifica-se ainda pelo projeto das UPP’s, que leva um grande efetivo de policiais para as comunidades, assim exigindo maior número para o policiamento nas áreas centrais da capital, tanto na segurança que envolverá os eventos que virão a ocorrer, quanto na segurança diária do cidadão carioca, e ainda policiar todas as áreas das cidades adjacentes, garantido a manutenção da ordem em todas as áreas do estado do Rio de Janeiro. Devendo ainda ser observado o tempo de formação de oficiais (que é de três anos), sendo o ano em curso fundamental para o aumento dos efetivos até a data da Copa das Confederações e Copa do Mundo de 2014.
    Viemos através deste documento, solicitar uma reunião entre os representantes dos excedentes do CFO – 2011 PMERJ com o Governador Sérgio Cabral, o Secretário de Segurança Pública José Mariano Beltrame ou o Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro Coronel Mário Sérgio, para que possamos ter alguma posição sobre o que será feito com os excedentes e se haverá alguma possibilidade de sermos aproveitados para iniciar o Curso de Formação de Oficias este ano ou no próximo.
    Nós candidatos excedentes do CFO – 2011 estamos em busca de ajuda para sensibilizar o Governador do estado do Rio de Janeiro a abraçar nossa causa. Gostariamos muito de servir essa maravilhosa instituição, nos encontramos prontos e aptos para seguir o lema “Servir e Proteger”. Ao ser disponibilizado o resultado final da segunda fase da prova realizada pela UERJ, nós candidatos tivemos certeza que estariamos realizando o maior sonho de nossas vidas, foram anos de estudos e muita dedicação para receber a notícia de que estavamos aprovados nas provas escritas. Façam justiça e não deixem que todos os nossos esforços e dediação sejam em vão. Não será justo que nós excedentes tenhamos que fazer as provas e passar por todos os exames novamente, pois além do desgaste mental, financeiro, psicológico e físico, nós somos atestados pela própria PMERJ como aptos a cursar o Curso de Formação de Oficiais.
    Desde já gratos por vossa atenção e confiantes em vossa compreensão, os Candidatos excedentes do Concurso de 2011, ao Curso de Formação de Oficiais da Policia Militar do estado do Rio de Janeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s