PM e amigos acusados de matar comerciante e casal de empresários

Publicado: 7 de julho de 2011 em Uncategorized

Acusados de participação na morte de um casal de empresários e um amigo, Jefferson Silva de Paula, o Jefinho, e o cabo da Polícia Militar Domingos Pereira da Silva Filho, o Pereira ou Got, foram presos, nesta terça-feira, dia 21 de junho. Um terceiro acusado, identificado como Anderson Moreira Abrahão, o Velho Urso ou Velho, permanecia foragido, até o início da noite.

O crime ocorreu no último dia 4 de junho, em São José do Imbassaí, distrito de Maricá. A prisão do PM foi efetuada por agentes da Corregedoria Geral Unificada (CGU) e a de Jeffinho por policiais da 82ª DP (Maricá), que tiveram apoio de equipes da 77ª DP (Icaraí) e da 74ª DP (Alcântara) para realizar buscas no bairro do triplo homicídio e também no Jardim Catarina, em São Gonçalo, e em São Joaquim, em Itaboraí.

As investigações tiveram início logo após as mortes e, quatro dias depois, os autores já estavam identificados. De acordo com os policiais da 82ª DP, horas antes do crime, o PM e Jeffinho, que estava em seu carro – um Gol prata – se encontraram com Velho Urso e uma quarta pessoa, cujo nome está sendo mantido em sigilo para não atrapalhar o desenrolar do inquérito, no trecho Niterói-Manilha da BR-101, na altura do bairro Jardim Catarina.

De lá, os quatro foram até o bar de um tio de Velho Urso, localizado na Praia das Amendoeiras, próximo à lagoa em São José do Imbassaí, onde permaneceram bebendo até decidirem sair em direção à casa do comerciante aposentado Sérgio Renato da Cunha Marins, 62 anos, de quem pretendiam roubar uma arma.

“Pelo que ficou apurado até agora, eles teriam ido ao local para roubar a arma do Sérgio, que foi alvejado. O casal que morava embaixo tinha uma arma comprada recentemente e reagiu”, relatou o delegado Roberto Gomes Nunes, titular da 82ª DP.

Além de Sérgio Renato, o empresário Ralph de Andrade, 71, e sua mulher, Maria Luiza Ignácio, 45, acabaram baleados e também morreram no local.

Enquanto o cabo Pereira foi transferido para o Batalhão Prisional Especial (Bep), em Benfica, na Zona Norte do Rio, Jeffinho foi levado para o Presídio Ari Franco, em Água Santa, também na Zona Norte. Até o início da noite, Velho Urso – que já tem passagens pela Polícia por homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma – continuava foragido.

O pai dele, Ari Abraão Filho, também é procurado pela Justiça: contra ele – que já tem anotação criminal por estelionato e uso de documento falso – há um mandado de prisão pendente. E parece que o crime é praticado em família, já que seu irmão, Adriano Moreira Abraão, também possui anotações por homicídio, tráfico e receptação, entre outros.

De acordo com as investigações, todos são ligados à facção criminosa Comando Vermelho (CV) e controlam o tráfico de drogas nas regiões de São José do Imbassaí, Inoã e Itaipuaçu, além de serem envolvidos com os traficantes Luciano Martiniano da Silva, o Pezão, 37, e Jorge Araújo Vieira, o Bebezão, 33, do Complexo do Alemão, na Penha, na Zona Norte do Rio.

lmd_source=”23212695″;lmd_si=”33505537″;lmd_pu=”22478543″;lmd_c=”BR”;lmd_wi=”300″;lmd_he=”250″;

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s