Perseguição, tiroteio e morte após assalto à joalheria no Norte Shopping

Publicado: 12 de outubro de 2011 em Uncategorized

Um assalto a uma joalheria no segundo piso no Norte Shopping, em Del Castilho, na Zona Norte do Rio, levou pânico a clientes que chegavam e saíam do estabelecimento pela Rua Gandavo, no final da manhã desta terça-feira, dia 11 de outubro.

Após roubar cordões e relógios da Joalheria Firenze, quatro homens armados com pistolas, que tentavam sair no Fiat Siena preto placa LPJ 4497, foram surpreendidos pelo fechamento do portão.

“A vigilância do shopping deu o alerta do roubo e o portão do estacionamento foi fechado. Quando eles perceberam, mandaram que os vigias abrissem e começaram a atirar em direção a eles quando tiveram a ordem negada”, relatou o coronel Ruy Sérgio França de Oliveira, comandante do 3º BPM (Méier).

Um dos tiros atingiu o aposentado Ronaldo Aquino Fernandes, 74 anos, que entrava pela passagem para pedestres que dá acesso ao supermercado Carrefour existente dentro do shopping. Baleado no pescoço, ele ainda foi socorrido e levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu.

Os bandidos abandonaram o carro, que consta como roubado, e usaram a passagem para pedestres para fugir a pé. Da Rua Gandavo à Rua Ibiraci, eles tentaram render vários motoristas. Um deles, o taxista André Trindade, 34, que estava com um passageiro, teve o veículo atingido por um tiro no radiador.

“Um dos caras se jogou em frente ao meu carro e começou a atirar. Não parei. Ele continuou fazendo os disparos, mas graças a Deus só atingiu o táxi”, contou.

Os criminosos conseguiram render um outro taxista e, após retirar motorista e passageiro do veículo, foram surpreendidos por uma viatura da PM enquanto esperavam abrir o sinal da esquina da Rua Ibiraci com a Avenida Dom Hélder Câmara.

“Quando avistaram a viatura, eles desceram do táxi atirando e os PMs revidaram”, revelou o coronel França, ressaltando que cerca de 40 policiais do 3º BPM realizavam buscas nas proximidades do shopping, inclusive com apoio de um helicóptero do Grupamento Aeromarítimo.

Baleado de raspão no rosto, Paul Magno Oliveira de Souza, 18, se entregou. Já seu comparsa, Jefferson Cassiano de Morais, 27 – que já tem passagem por tráfico de drogas, posse e uso de material entorpecente e receptação – correu até a Rua Piauí e chegou a pular o muro de uma casa. Abordado pelos policiais, tentou pegar a arma de um deles e acabou baleado na perna. Os dois foram encaminhados para o Hospital Salgado Filho.

Após atendimento médico, Jefferson – morador da Baixa da Sapateiro, no Complexo da Maré, em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio – foi levado para a 23ª DP (Méier) e posteriormente transferido para a Divisão de Homicídios (DH), na Barra da Tijuca, pois a especializada assumiu as investigações sobre o caso.

Enquanto isso, Paul Magno – que mora em Guadalupe, também na Zona Norte – foi transferido para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio, para avaliar se seria necessário ser submetido a uma cirurgia no olho. Ele permanecia internado na unidade, até o final da tarde.

Com a dupla, os PMs apreenderam um aparelho de telefone celular e um rádio transmissor e recuperaram quatro cordões de ouro, avaliados em aproximadamente R$ 11 mil.

Papiloscopistas do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) recolheram impressões digitais no Fiat Siena em que os bandidos chegaram ao shopping e também no táxi usado na fuga – o Logan Renault, padrão Rio, placa LQX 3415.

Funcionários do Norte Shopping e da joalheria prestaram depoimento na DH. O delegado Pablo Rodriguez, adjunto da especializada, afirmou que 15 pessoas já foram ouvidas.

“Deu para ver que um dos criminosos estava bem vestido. O outro vestia short e camisa. Foi muito tiro que escutei”, contou o vigilante André Luiz Bazet.

Em agosto, o funcionário público André Luiz Maciel, 39, morreu após ser baleado próximo a uma das saídas do shopping. Ele estava acompanhado pela filha de 4 anos e os sobrinhos, de 12 e 7. Em julho de 2009, a vendedora Shirlene Joaquim da Trindade, 27, foi morta pelo ex-namorado, o gráfico Ismênio Fernandes Ferreira Júnior, também de 27, em loja de celulares, no Top Shopping, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Ele se matou em seguida. No mesmo local, em janeiro desse ano, o segurança Luiz Chaves Filho, 50, foi morto ao reagir a assalto em joalheria. Em fevereiro, no Botafogo Praia Shopping, outra joalheria foi roubada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s