PMs do Rio aguardam até dois anos para conseguir autorização para portar arma na folga

Publicado: 13 de julho de 2016 em Uncategorized

Após receber ameaças de traficantes que implantaram uma boca-de-fumo na rua em que morava, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, o soldado Eryk da Cruz Laia, 34 anos, solicitou permissão para acautelamento de uma pistola da corporação. Ele ainda não possuía o Certificado de Registro de Arma de Fogo (Craf) e por isso não podia andar com arma particular – ficava armado somente quando em serviço.

41

Sd PM Eryk da Cruz Laia, 34 anos

Na época, ele era lotado no 2° BPM (Botafogo) – a mais de 60 quilômetros de distância de sua residência – e o pedido foi negado. Meses após o pedido, no último dia 20 de maio, ele foi assassinado após uma tentativa de assalto próximo à casa de sua sogra, no mesmo município em que mora. Na ocasião ele estava lotado no 20° BPM (Mesquita). O PM foi morto na véspera de seu aniversário de 35 anos e deixou esposa e dois filhos.

craf2

Clique para relembrar

 

O caso do soldado Laia não é exceção na Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ). Policiais militares denunciam que não conseguem buscar as armas que compraram porque a corporação não entrega o Craf. Alguns PMs já aguardam há mais de um ano.

“Eu trabalho em uma UPP e no deslocamento que faço da minha casa até ela, que é feito por meios próprios, estou desarmado. É fácil os bandidos fazerem uma emboscada e pegar um de nós na chegada ou saída da favela, pois sabem que estamos desarmados”, desabafou um policial.

9v2vv833xzagy6jmu0va1k3bw

Sd PM Eryk da Cruz Laia, 34 anos

Duas semanas antes da morte de Laia, o soldado Evaldo César Silva de Moraes Filho, 27, foi assassinado ao chegar para assumir um extra no Regime Adicional de Serviço (RAS) na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Alemão. Desarmado, ele subia a Avenida Central em seu carro particular quando foi atacado de forma covarde por criminosos da facção Comando Vermelho (CV) que continuam controlando o tráfico de drogas no Complexo do Alemão, na Penha, na Zona Norte do Rio. O crime ocorreu no dia 8 de maio.

“Ando com a farda e sem arma. Se for reconhecido como policial não tenho nem como defender”, denunciou outro PM.

craf

Até janeiro de 2011, a confecção dos CRAFs era de responsabilidade da Diretoria de Logística da PMERJ. Depois passou a ser atribuição da Coordenadoria de Inteligência da corporação.

Sem o documento – onde constam os dados do proprietário e as características da arma -, o PM não pode retirar a arma da loja.

“Nós temos que pagar do nosso próprio bolso pela arma e depois ainda somos submetidos a isso”, ressaltou.

Enviei solicitação através de um e-mail à Coordenadoria de Comunicação Social (CComSoc) da PMERJ, às 14h51 desta sexta-feira, dia 11 de março, perguntando sobre o problema, mas nenhuma resposta foi enviada.

Às 21h45 do dia 25 de maio – mais de dois meses depois – recebi um e-mail que dizia: “Com relação ao processo do documento CRAF (Certificado de Registro de Arma de Fogo), a DL (Diretoria de Logística), informou que a aquisição do material para sua confecção obedece o trâmite necessário e legal nos casos de licitação. E que o material necessário já foi adquirido e está previsto para ser entregue nos próximos. Esse documento é necessário para o rigoroso controle de aquisição de armas de fogo”.

Retornei a mensagem perguntando se o “próximo” se referia a dias, semanas, meses ou anos. E, como de costume, não obtive resposta. Talvez quando completar três meses eles me respondam….

Anúncios
comentários
  1. […] Source: PMs do Rio aguardam até dois anos para conseguir autorização para portar arma na folga […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s