DRAE prende traficante paulista com 5 quilos de cocaína

Publicado: 19 de janeiro de 2009 em Uncategorized

Fotos: Vitor Silva

Policia

Apontado pela Polícia como matuto – intermediário entre os produtores de drogas e os grandes traficantes – o paulista Roberto Roosevelt de Brito, 32 anos, foi preso por agentes da Delegacia de Repressão às Armas e Explosivos (DRAE), na manhã de ontem. Ele foi surpreendido pelos policiais na Rodovia Washington Luiz, na altura de Santa Cruz da Serra, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, por volta das 8h30. Com ele, foram apreendidos 5 tabletes de cocaína pura. Cada um tinha um quilo. O prejuízo dos criminosos ultrapassou R$ 60 mil.

“Devido ao grau de pureza, cada tablete foi avaliado em cerca de R$ 12 mil. Esse valor é triplicado, pois cada quilo eles multiplicam em até três vezes com várias misturas antes de colocar a cocaína à venda”, explicou o delegado Raul Morgado, titular da DRAE.

A droga estava escondida em um fundo falso no carro do matuto – o Santana prata placa GZV 7446. O compartimento, localizado entre o encosto do banco traseiro e o porta-malas, possuía um dispositivo especial. Era preciso colocar a chave na ignição e logo depois passar um ímã próximo à tampa interna do porta-malas. O espaço tinha capacidade para 50 quilos.

“Esse era o tráfico formiguinha, que transporta pequena quantidade para evitar grandes apreensões”, revelou o delegado, ressaltando que vai entrar em contato com a Polícia Civil de São Paulo para troca de informações.

A cocaína apreendida ontem seria entregue na Favela Parada de Lucas, que possui acessos pelos bairros Cordovil, Irajá e Vigário Geral e também pelo município de Duque de Caxias. O tráfico de drogas no local é controlado pela facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP). O matuto tinha orientação para procurar os traficantes conhecidos como Chopp, Tião e Dalmo. Este último também é conhecido como Braço.

“Lá em Paradas de Lucas a droga seria misturada e passaria a ter um volume três vezes maior. Depois seria distribuído por outras favelas do TCP, como Vila Aliança e Coréia”, informou o delegado Raul Morgado.

Após ser autuado em flagrante por tráfico de drogas, ele foi encaminhado à carceragem da Polinter, onde vai permanecer à disposição da Justiça. A pena varia de 5 a 15 anos de prisão.

Policia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s